Há seis anos informando com ética e credibilidade
Principal   |   Noticias   |   Artigos   |   Fotos   |   Vídeos   |   Fale Conosco
Brasil|Regional|Economia|Política|Esporte|Policial|Emprego|Educação|Saúde|Tecnologia|Culinária|Entretenimento|Cultura
Leão: Fique de antena ligada para reconhecer as oportunidades que podem surgir neste dia, especialmente nas finanças. Tire proveito da sua disciplina e capacidade de planejamento para aumentar seus lucros e sua estabilidade material. Cor: amarelo.
Leão
22/07 à 22/08

31/01/2014 às 00h22m
Polícia Civil prende funileiro que matou esposa com 21 facadas
Vítima foi encontrada no sofá da casa por um pedreiro

   Fotos: Gilson Sarrafo    |    395 visualizações

Gilson Sarrafo

Investigadores do Serviço de Inteligência da Polícia Civil em Ibaiti prenderam na tarde desta quarta-fira (29), Paulo Sérgio da Silva, 40 anos, acusado de matar a própria esposa com 21 golpes de faca, no dia 12 de janeiro, em Conselheiro Mairinck.
Paulo Sérgio estava foragido desde o dia do crime. Lucimara Aparecida Gonçalves, 21, foi encontrada numa manhã de sábado por um pedreiro que trabalhava na residência do casal, na rua Bela Vista. Ele chegou de manhã para trabalhar e encontrou a porta da cozinha aberta. O trabalhador chamou pelo morador e como ninguém o respondeu ele entrou no interior da casa e encontrou o corpo de Lucimara, já sem vida, no sofá da sala. A mulher tinha 21 perfurações de faca no corpo. 
Lucimara morava com o atual marido há cerca de um ano e meio. Ela foi morar com Paulo após seu ex-convivente ter sido assassinado pelo tio com um tiro de espingarda há cerca de dois anos, em Conselheiro Mairinck.
O delegado Pedro Dini Neto, chefe da 37ª Delegacia Regional de Polícia, em Ibaiti, instaurou inquérito policial para apurar o crime. As investigações comandadas pelo delegado apontaram que Paulo Sergio cometeu o assassinato de Lucimara. Ele foi preso pelos agentes da 37ª DRP de Ibaiti com um mandado de prisão solicitado pelo delegado à Justiça. 
Com a prisão do suspeito a Polícia Civil tem cerca de 30 dias para concluir as investigações e apresentar o acusado à Justiça. Paulo Sergio ira a júri popular.
 


De sua opinião comentando abaixo

16h00 Detran orienta sobre o que fazer ao comprar carro novo

15h59 Professores municipais participam de capacitação em Jacarezinho

15h58 IBAITI: Prestes a se transformar no Maior Polo Industrial do Norte Pioneiro

15h53 Prefeitos da Amunop aprovam documento para candidatos do governo do Paraná
Comente no Facebook
página principal   |   notícias   |   galeria de fotos   |   artigos   |   vídeos   |   quem somos   |   fale conosco
2007 - 2014 ® Todos os Direiros Reservados