MENU

14/06/2021 às 17h57min - Atualizada em 14/06/2021 às 17h55min

Como automatizar cobranças de formas simples

Automatizar o processo de cobrança do cliente é uma etapa muito importante. Afinal, toda empresa busca otimizar processos. Em primeiro lugar, porque facilita a vida dos consumidores. Como resultado, as chances de lealdade aumentam e, portanto, o índice de inadimplência diminui. 

 

Em segundo lugar, porque simplifica os procedimentos de gestão do seu negócio. Para os clientes, o pagamento ficou mais fácil e é mais aceitável para você, certo? Algumas práticas facilitam o carregamento automático. Leia este artigo e confira algum conteúdo.

Reduza a quantidade de processamento manual

Para muitas empresas, analisar e cobrar pagamentos diariamente é uma tarefa demorada e muitas vezes impraticável. Uma solução automatizada de faturamento recorrente eliminará todo o processo, o que é essencial para um bom faturamento.

Elimine o risco de erros e esquecimento

O faturamento automático elimina alguns possíveis erros e esquecimentos Afinal, é muito comum os gestores cometerem erros com os gestores quando cobram dos clientes que realmente pagaram, ou até mesmo esquecer várias semanas de contas vencidas!

Otimize o tempo por meio do faturamento automático

Algumas despesas exigem mais tempo e esforço de funcionários, como despesas que já estão em fase de chamada. Adicionar esses custos à vida diária pode levar muito tempo. Portanto, o processo de otimização mantém diversas atividades que eram manuais, se tornam automatizadas.

Reduza os custos operacionais

Reduzir os custos da empresa significa que você aumentará os lucros.

 

Uma vez que a gestão da cobrança e da faturação envolve múltiplas áreas do negócio, a eficiência desta questão tem um impacto positivo nas áreas envolvidas, reduzindo custos e maximizando receitas.

Cobranças automáticas podem reduzir:

Custos de pessoal - a necessidade de cobrar mais taxas à medida que os clientes crescem não exigirá mais que mais funcionários as atendam. O processo automático permite o crescimento.

 

Inclui o custo das taxas bancárias e do cartão de crédito - se o cliente estiver em dia, significa que o custo de cada transação e cheque cancelado será menor.

Reduza custos e reduza erros - processos automatizados podem reduzir erros.

Forma de pagamento

Existem várias maneiras de pagar fornecedores, impostos e direitos de franquia. Os mais comuns e usados ​​principalmente por grandes organizações são:

 
  • Transferência para o mesmo banco;

  • DOC

  • TED

  • Boleto bancário.

 

Também é possível optar pelo recolhimento de tributos por meio do DARF (Documento de Arrecadação e Administração de Tributos Federais), documento emitido pelo Ministério da Fazenda e pela Secretaria de Tributação Federal para a arrecadação de tributos relativos a esses dois órgãos.

DOC

DOC é destinado para transferência entre diferentes bancos. O valor máximo de cada transação é de R$4.999,99. Uma característica é que o dinheiro não cai na conta transferida  de forma instantânea.

 

Leva algum tempo para descontar o dinheiro da conta. Desde que respeitado o prazo mínimo de cada banco, o prazo máximo para o valor cair na conta costuma ser de um dia útil.

TED

Existem duas diferenças entre o TED (Electronic Transmission Available) e o DOC. Como o nome sugere, o primeiro é o valor imediatamente disponível (se pago antes das 16h59 do dia útil). Outra diferença é que não possui um valor máximo de transação.

DARF

O DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) é um documento exigido pela Receita Federal, ele é uma cobrança e se divide em direito simples (não mais utilizado desde a lei simples do país) e direito consuetudinário. Normalmente, os boletos de PIS, Imposto de Importação e Imposto de Renda são emitidos desta forma.

Boleto bancário

Emitidos por fornecedores e franqueados, seus pagamentos são feitos por meio de cadastro com código de barras, podendo ser pagos diretamente em lotéricas, agências e agentes bancários por meio de banco online ou em conta corrente.

 

Essa lista também inclui diferentes boletos de pagamento das concessionárias que prestam serviços como água, energia, telefone, gás natural, etc. Nesse caso, seu layout é diferente do extrato bancário normal do fornecedor. Desta forma, existe sempre um guia com códigos de barras e linhas digitalizáveis ​​que podem ser preenchidas no sistema de pagamento online do banco.

 

Automação de pagamento e cobrança

Mensalmente, os clientes são efetuados, os pagamentos são feitos nas contas dos fornecedores, os franqueados relacionados à infraestrutura da empresa e os impostos são pagos regularmente. Portanto, este serviço é uma rotina comum nas organizações - geralmente realizado manualmente.

 

O sistema ERP deve ser usado para controle de despesas e contas a receber, os analistas financeiros devem agir devido à falta de integração com o banco. Isso acontecerá independentemente do método escolhido, seja por meio de ticket, TED, DOC, DARF ou outros métodos.

 

O sistema ERP otimizado tem a função de gerar pagamentos e receber remessas. E seu funcionamento é muito simples.  A função do sistema permite enviar um arquivo de remessa de pagamento, o que é feito automaticamente, ao invés de inserir os dados um a um e verificar se cada dado foi realmente calculado.

 

Um exemplo de sistema eficaz é o sistema vida. Ele traz diversas opções de formas de pagamento e muito mais. As opções do sistema vão de cadastro de clientes, formas de pagamentos, monitoramento dos pacientes, clientes, usuários, novos cadastros e muito mais. 

Link
Lucas W. Pelisari

Lucas W. Pelisari

Colunista de empreendedorismo e Direito

Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp