MENU

13/09/2021 às 16h44min - Atualizada em 14/09/2021 às 00h20min

Additive Manufacturer Green Trade Association comissiona seu primeiro projeto de pesquisa de avaliação de ciclo de vida

Rochester Institute of Technology escolhido para realizar primeiro projeto de pesquisa de sustentabilidade

DINO

A Additive Manufacturer Green Trade Association (AMGTA), um grupo comercial global criado para promover os benefícios ambientais da manufatura aditiva (additive manufacturing, AM), anunciou hoje no RAPID + TCT 2021 que selecionou o Golisano Institute for Sustainability (GIS) do Rochester Institute of Technology para promover uma avaliação de ciclo de vida (life-cycle assessment, LCA) comparando um componente aeroespacial projetado e manufaturado aditivamente com um componente manufaturado tradicionalmente. O estudo, que terá conformidade ISO 14040, comparará os impactos ambientais do início ao fim de um suporte de uma turbina de motor a jato de baixa pressão (low pressure turbine, LPT) produzido através de métodos tradicionais de manufatura com um produzido via MA.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20210913005800/pt/

Photo courtesy of Sintavia

Photo courtesy of Sintavia

Photo courtesy of Sintavia

“Este novo estudo incluirá até 18 indicadores ambientais diferentes para quantificar os impactos ambientais que um suporte de motor a jato de LPT causa durante todo seu ciclo de vida – desde extração de material, manufatura, transporte, uso e seu eventual fim de vida”, disse Sherry Handel, diretora executiva da AMGTA. Handel acrescentou: “Esses dados serão comparados com um suporte de LPT projetado e fabricado de maneira tradicional para determinar exatamente onde a fusão da camada de pó da tecnologia de MA resulta em impactos ambientais mais baixos”. Através de sólidos e independentes estudos de pesquisa, a AMGTA continuará publicando relatórios de pesquisa que avançam na sustentabilidade ambiental no setor de manufatura aditiva.

O relatório LCA será analisado por colegas em um painel com três especialistas de LCA para garantir que a metodologia, dados, suposições, resultados e conclusões sejam precisos. O relatório deve ser publicado na primavera de 2022 e as principais descobertas serão anunciadas na RAPID + TCT em maio de 2022.

Sobre a AMGTA. A AMGTA foi fundada em novembro de 2019 para promover os benefícios ambientais da manufatura aditiva (MA) em comparação com os métodos tradicionais de manufatura. A AMGTA é uma organização não comercial e sem vínculos, aberta a qualquer fabricante que adote o método aditivo ou parte interessada do setor que atenda a certos critérios relacionadosàsustentabilidade de produção ou processo.

Sobre a GIS.A GIS é uma organização líder em educação e pesquisa de sustentabilidade do Rochester Institute of Technology. A GIS é composta por um diverso conjunto de programas acadêmicos e centros de pesquisa aplicada focados na otimização de sistemas industriais para maximizar a eficiência de material e energia enquanto minimiza impactos ambientais adversos.

Para outras informações, acesse www.amgta.org.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Sherry Handel

+1 954.308.0888


Fonte: BUSINESS WIRE
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp