MENU

10/09/2021 às 17h10min - Atualizada em 10/09/2021 às 17h10min

​Diretor da 19ª Regional de Saúde participa da oficina Previne Brasil

Marcelo Nascimento e Silva esteve presente na capital paranaense

Redação - PortalJNN
Divulgação
O diretor geral da 19ª Regional de Saúde com sede em Jacarezinho, Marcelo Nascimento e Silva, participou nesta quinta-feira (16) em Curitiba da oficina Previne Brasil, com temática da política da atenção primária à saúde no contexto da pandemia da Covid-19.

O evento contou com representantes da Secretaria estadual da Saúde e do Ministério da Saúde, como o secretário de Atenção Primária à Saúde do Ministério, Raphael Câmara Medeiros Parente. Prestada pelos municípios, a atenção primária é a porta de entrada do paciente no sistema público de atendimento à saúde. O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, ressaltou a importância da discussão, principalmente na questão da retomada de ações que ficaram em segundo plano na pandemia.

“Agora é hora de voltar a cuidar do hipertenso, do asmático, do diabético, fazer a coleta do preventivo de câncer de colo de útero nas mulheres, cuidar do calendário vacinal. Tudo isso passa pela Atenção Primária à Saúde”, disse.

O público presente teve um panorama da área sob a perspectiva de incentivos e da reorganização na porta de entrada do sistema público durante e após o cenário do coronavírus no País. "Foi de extrema importancia o evento realizado pelo estado do Paraná em conjunto com o Ministério da Saúde ao esclarecer dúvidas sobre o programa de financiamento Previne Brasil que já terá aplicação da competência financeira do mês de setembro. Hoje são sete indicadores da saúde e que estão por trás dos indicadores dessas estratégias é o cuidado com o paciente, a importância do paciente. É hora de retomar os cuidados e ações na atenção primária da saúde que é a porta de entrada e principal porta do sistema público de saúde", destacou o diretor geral da 19ª Regional de Saúde, Marcelo Nascimento.

"A importância da atenção primária está, porque ao cuidar de um hipertenso, de um diabético, realizar os exames de mama, do colo do útero você evita que esses pacientes adoeçam e precisem de um tratamento e da atenção especializada que é muito mais caro, por isso a importância da atenção primária, que consegue tratar e previnir as doenças, principalmente a promoção a saúde", complementou Marcelo.

O Paraná é o segundo estado a receber a visita das equipes do Ministério da Saúde, que estão desde o início da semana promovendo discussões sobre o assunto. De acordo com o secretário de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde, a visita aos estados e a aproximação com os gestores é a melhor forma de aprofundar o entendimento sobre a realidade e as demandas regionais.

“As visitas possibilitam melhor orientação os gestores municipais na forma de conseguir mais recursos, melhorando o conjunto das ações na atenção primária”, destacou Parente.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp