MENU

22/09/2021 às 10h50min - Atualizada em 22/09/2021 às 10h50min

​PM prende cinco pessoas que estavam furtando barras de ferro na linha férrea

Flagra foi realizado em Santo Antônio da Platina após policiais receberem denúncia anônima

Folha Extra
Imagem ilustrativa / Google imagens
Uma denúncia anônima levou a equipe da Polícia Militar de Santo Antônio da Platina a prender cinco pessoas envolvidas com o furto de barras de ferro da linha férrea. A situação foi registrada na noite desta segunda-feira (20).

De acordo com informações da PM, a equipe recebeu informações de que suspeitos em dois caminhões estavam no bairro da Platina praticando o furto de barras de ferro dos trilhos do trem. Diante do chamado, os policiais foram até o endereço informado para averiguar a situação.

No local, foi flagrado dois caminhões, um com placas de Salto Grande/SP e outro de Ourinhos/SP. Durante as buscas nos veículos, em um dos caminhões foram encontradas cerca de 80 barras de ferro subtraídas da linha férrea e, no outro, equipamentos como maçarico e botijão de gás utilizados para cortar os objetos.

Indagados sobre a situação, um dos indivíduos disse aos policiais que era a primeira vez que estava no local praticando o crime, enquanto outro informou que já era a terceira fez que realizava esta ação. Os suspeitos ainda revelaram que o material seria vendido pela quantia de R$ 3 mil a uma empresa de Piracicaba/SP. Um indivíduo ainda relatou aos policiais que havia comprado os trilhos de um morador do bairro, o qual, ao ser indagado sobre a situação, disse a equipe que “Não havia proprietário da linha férrea”.

Frente aos fatos, os dois veículos, as barras de ferro foram apreendidos. Já os suspeitos de 44, 40, 28, 23 e 18 anos foram presos e encaminhados à delegacia da Polícia Civil para que fossem tomadas as providências cabíveis.

Ao contrário do que pensa um dos envolvidos, a Linha Férrea é um bem público de propriedade do Governo Federal e a remoção dos objetos pode culminar em crime de dano ao patrimônio público, furto entre outras sanções.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp