MENU

27/09/2021 às 12h29min - Atualizada em 27/09/2021 às 12h29min

Curitiba: Mutirão vacina 44,8 mil pessoas. Quem não compareceu terá nova chance

Prefeitura de Curitiba
Prefeitura de Curitiba
Curitiba voltou a promover uma vacinação expressiva em um único dia, neste sábado (25/9), dia de mutirão de antecipação para segunda dose da Pfizer. Foram vacinadas 44.848 pessoas. As pessoas que foram chamadas para antecipar a segunda dose da Pfizer neste sábado (25/9), e não puderam comparecer, terão uma nova oportunidade durante a próxima semana, num cronograma escalonado pela Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba. 

Serão 25 locais de vacinação (veja a lista abaixo). 

Datas
Segunda-feira (27/9) 
- Vacinados com a primeira dose da Pfizer entre os dias 3 a 9 de julho 

Terça-feira (28/9) 
- Vacinados com a primeira dose da Pfizer no dia 10 de julho  

Quinta-feira (30/9) 
- Vacinados com a primeira dose da Pfizer entre os dias 12 a 24 de julho


Como foi o mutirão 
O mutirão deste sábado (25/9) mobilizou servidores, voluntários e a população em 37 pontos de vacinação espalhados por todas as regionais de Curitiba. Cerca de 1,3 mil pessoas trabalharam na vacinação deste sábado – 508 como aplicadores dos imunizantes.  

Foram vacinados neste sábado (25/9) exclusivamente aqueles que receberam a vacina da Pfizer entre os dias 3 e 24 de julho, público que estava com a segunda dose agendada para o período entre 27 de setembro e 18 de outubro.  

A antecipação foi possível porque havia disponibilidade de doses da Pfizer. O mutirão deste sábado (25/9) atende a recomendação do Ministério da Saúde de redução do intervalo entre as doses desse imunizante, para atingir o espaço de tempo de oito semanas entre a primeira e a segunda dose. Os que puderam ser vacinados neste sábado receberam mensagem pelo aplicativo Saúde Já ou pelo site. 

Alívio 
Moradora do Bacacheri, a artesã Graziele de Araujo Pedran viu a mensagem na noite de sexta-feira (24/9), depois de ficar sabendo por amigos que haveria a antecipação. 

“A minha seria dia 4 de outubro. Achei bom ter antecipado porque agora, lá em casa, meu marido, eu e meu filho de 21 anos estamos imunizados”, afirmou aliviada. “Estar aqui de novo para a vacina me faz sentir uma emoção, uma vontade de chorar. Minha sogra morreu de covid”, contou ela, que recebeu a vacina no Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira, no Bacacheri. 

A emoção de Graziele e de tantas pessoas é percebida por quem trabalha na vacinação. Servidora de carreira desde 2007, a técnica de enfermagem Rosângela Ternoski descreve o que sente trabalhando na vacinação. 

“Para nós, todo dia é uma vitória, pois estamos todos em busca dessa liberdade e segurança que a vacina nos dá. Muitos relatam para nós o que viveram em suas famílias, falam de pessoas que não tiveram a oportunidade da vacinação”, disse. 

“É um privilégio participar desse momento. Como profissional de saúde, me sinto no lugar certo, feliz de poder ajudar, fazer diferença na vida de tanta gente. Olha que coisa mais linda esse ginásio cheio de pessoas que vieram receber a vacina”, observou com alegria. 

O profissional da área de vendas Nilberry de Jesus Lopes define como conforto a sensação que tem por ter recebido a segunda dose. “Minha mãe mora comigo, ela tem 75 anos, me preocupo por nós dois. Dá alívio ser imunizado e contribuir para evitar a transmissão. E mesmo sendo imunizado, continuamos com todos os cuidados”, declarou. 

É assim também na casa do jovem Victor Rodrigues, de 21 anos, que mora com a mãe e com a avó. O estudante de Administração explica que é o responsável pela tarefa de sair, ir ao mercado e à farmácia sempre que uma das duas precisa. 

“Lá em casa, nenhum de nós teve covid, estamos felizes de passar por tudo isso com saúde. Eu estava ansioso para receber a segunda dose. Agora podemos pensar em começar a planejar alguma viagem no fim do ano”, comemorou ele, que faz questão de lembrar. “Continuamos mantendo todos os hábitos que já tínhamos antes da vacinação.” 

Equipe preparada 
O tempo de espera no Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira variou ao longo do dia. As equipes organizaram o fluxo, desde a chegada dos que seriam vacinados, numa etapa de pré-seleção, conferindo se a pessoa estava cadastrada para receber a segunda dose, para evitar que alguém aguardasse sem necessidade. 

Depois da fila ao ar livre, sob a tenda de espera, a equipe de apoio conferia um a um as informações para a vacinação que foi organizada no ginásio em 20 boxes. 

Nilberry considerou organizado o funcionamento da vacinação no CEL Avelino Vieira. “Fiquei cerca de uma hora aqui”, disse ele, depois de ser  vacinado. 

Victor Rodrigues, que recebeu a primeira dose no Pavilhão da Cura, no Parque Barigui, observou que a preparação da equipe e o funcionamento estavam semelhantes. Ele esperou quase duas horas, mas achou que o tempo passou rápido. Para se distrair enquanto esperava, o promotor de vendas João Eduardo Ferreira Pinto levou seu livro. “Levo sempre comigo”, contou ele, que trabalha em supermercados e tem contato com muitas pessoas ao longo do dia. “É bom estar completamente vacinado”, declarou. 

Emoção em dose dupla 
Para a equipe da Unidade de Saúde Salvador Allende, no Sítio Cercado, a vacinação deste sábado (25/9) guardou uma surpresa. A noiva Gilvania Bevilacqua decidiu receber a segunda dose da vacina logo depois do casamento, que foi realizado na manhã deste sábado. 

“Estou muito feliz por ter recebido a vacina no mesmo dia do meu casamento. Teve um significado importante para mim e para o meu marido, Fábio, que já está imunizado. Deus escolheu que fosse assim, tudo no mesmo dia”, disse ela, que soube da antecipação na véspera. 

A cerimônia estava inicialmente prevista para o mês de junho, mas precisou ser adiada por causa da pandemia pelo novo coronavírus. “Para não haver aglomeração, fizemos um casamento para poucas pessoas, só as nossas famílias. Depois da vacina, almoçamos num restaurante onde todos os cuidados estavam sendo tomados”, contou. 

Locais de vacinação durante a semana para a antecipação da segunda dose da Pfizer 
Das 8h às 17h 

1 - US Ouvidor Pardinho 

Rua 24 de Maio, 807 - Praça Ouvidor Pardinho

 

2 - Centro de Referência, esportes e atividade física 

Rua Augusto de Mari, 2.150 - Guaíra

 

3 - US Salvador Allende 

Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 - Sítio Cercado

 

4 - US Parigot de Souza 

Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

 

5 - US Vila Diana 

Rua René Descartes, 537 – Abranches

 

6 - Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira 

Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri

 

7 - US Bairro Alto 

Rua Jornalista Alceu Chichorro, 314 – Bairro Alto

 

8 - US Santa Efigênia 

Rua Voltaire, 139  - Barreirinha

 

9 – US Atuba 

Rua Rio Pelotas, 820 - Bairro Alto

 

10 – US Tarumã 

Rua José Veríssimo, 1352 - Bairro Alto

 

11 – US Abranches 

Rua Aldo Pinheiro, 60 - Abranches

 

12 - US Jardim Paranaense 

Rua Pedro Nabosne, 57 - Alto Boqueirão

 

13 - US Visitação 

Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

 

14 - US Camargo 

Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

 

15 - US Uberaba 

Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

 

16 - Clube da Gente CIC 

Rua Hilda Cadilhe de Oliveira, nº 700

 

17 - US Oswaldo Cruz 

Rua Pedro Gusso, 3749 - Cidade Industrial

 

18 – US Vila Feliz 

Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

 

19 - US Aurora 

Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

 

20 - US Pinheiros 

Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 - Santa Felicidade

 

21 – US Orleans 

Av. Ver. Toaldo Túlio, 4.577 – Orleans

 

22 - US Campina do Siqueira 

Rua General Mário Tourinho, 1684 - Campina do Siqueira

 

23 - Rua da Cidadania do Tatuquara 

Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

 

24 - Rua da Cidadania do Fazendinha 

Rua Carlos Klemtz, 1.700

 

25 - US Santa Quitéria 2 

Rua Bocaíuva, 310 - Santa Quitéria

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp