MENU

19/10/2021 às 09h23min - Atualizada em 19/10/2021 às 09h23min

​Falta de manutenção em rodovias com fim de contratos de pedágios preocupa usuários

Concessões se encerram em novembro e manutenção deve ficar a cargo dos governos estadual e federal

Tá no Site com G1 PR
Divulgação
As atuais concessões das rodovias do Paraná vencem em novembro de 2021. No período em que os trechos ficarem sem concessão, o Estado informou que vai garantir o atendimento em caso de acidentes. A manutenção das rodovias estaduais deve ficar a cargo do Governo Estadual, e as rodovias federais devem ser mantidas pelo Governo Federal.

No entanto, mesmo antes do fim dos contratos de concessão há muita preocupação por parte dos usuários das rodovias estaduais e federais. No Norte Pioneiro, por exemplo, mais precisamente na BR-153, entre Santo Antônio da Platina e Jacarezinho, motoristas reclamam da manutenção precária na rodovia. Há preocupação com o risco iminente de acidentes e de ‘esquecimento’ quanto as obrigações por parte do poder público.

“O trecho entre Santo Antônio da Platina e Jacarezinho só piora a cada dia e a manutenção é bastante precária, mesmo com o contrato ainda vigente. As autoridades precisam olhar com atenção para o problema para evitar a destruição do asfalto, e consequentemente os acidentes fatais como muitos já registrados neste pedaço da rodovia”, adverte um motorista que pediu anonimato.

De acordo com a proposta aprovada para o Estado, os contratos com as empresas vencedores serão de 30 anos. Os novos contratos serão divididos em seis lotes, que vão a leilão separadamente. O novo modelo de concessão prevê disputa pela menor tarifa, contando com um aporte financeiro - um depósito feito pela empresa vencedora de cada lote para garantir a execução das obras previstas no contrato. A perspectiva é que o pregão ocorra no 1º trimestre de 2022.

O governo informou que o desconto em relação às tarifas atuais deve ser, em média, de 40% a 50%, a depender da disputa entre as concessionárias no leilão. Os atuais R$ 24,40 cobrados por carro de passeio na Praça de Pedágio de Jacarezinho deve cair para R$ 8,97, segundo projeção do Governo Estadual. Porém estão previstas construções de duas novas praças de pedágio no Norte Pioneiro: mais uma em Jacarezinho (R$ 8,39 por carro de passeio) e outra em Quatiguá (R$ 8,29 por carro de passeio).

O Governo do Paraná disse que a cobrança de pedágio no período sem concessão ainda está em análise, mas a Secretaria de Infraestrutura e Logística adiantou que as cancelas de pedágio das rodovias estaduais ficarão sem cobrança até que os trechos sejam assumidos pelas novas concessionárias.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp