MENU

27/10/2021 às 10h56min - Atualizada em 27/10/2021 às 10h56min

​Universidade estaduais do Paraná ganham destaque no Guia da Faculdade 2021

O Guia da Faculdade 2021 é um ranking criado em parceria entre o jornal O Estado de São Paulo (Estadão) e a Quero Educação, uma das principais startups da área educacional do Brasil. As instituições paranaenses tiveram 216 cursos de graduação avaliados como excelente (5 estrelas) ou muito bom (4 estrelas)

Agência Estadual de Notícias
Agência Estadual de Notícias
As universidades estaduais do Paraná receberam destaque na avaliação do Guia da Faculdade 2021, ranking criado em parceria entre o jornal O Estado de São Paulo (Estadão) e a Quero Educação, uma das principais startups da área educacional do Brasil. As instituições tiveram 216 cursos de graduação avaliados como excelente (5 estrelas) ou muito bom (4 estrelas).

Em 2021, o Guia contou com mais de 9,5 mil coordenadores e professores do ensino superior, cadastrados voluntariamente para avaliar 16 mil cursos de graduação presenciais e a distância de instituições públicas e privadas brasileiras. Eles atribuíram notas de 1 a 5 para cada curso, com base nos aspectos da qualidade do corpo docente, do projeto pedagógico e da infraestrutura.

“Assim como aconteceu em diferentes rankings ao longo do ano, as nossas universidades estaduais se destacaram pela qualidade dos cursos de graduação ofertados e de toda a estrutura dedicada às atividades de ensino, pesquisa e extensão”, disse o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona.

As instituições públicas concentram a maior parte dos cursos 5 estrelas do País. Na avaliação deste ano do Guia da Faculdade, quase 88% das graduações que chegaram ao conceito máximo estão na rede pública.

UEL - Na Universidade Estadual de Londrina (UEL) os cursos de Serviço Social, Geografia, Medicina Veterinária, Educação Física, Zootecnia, Enfermagem e Pedagogia atingiram nota máxima na avaliação. A UEL também teve outros 34 cursos que alcançaram 4 estrelas.

“Foi gratificante receber a notícia desse ranking. Nossos cursos foram muito bem avaliados e isso demonstra o compromisso e a responsabilidade dos professores e alunos. Reforçamos a importância desse trabalho em período tão difícil que ainda vivemos. A UEL se manteve firme e ativa e o reconhecimento vem com esse ranking”, destaca a pró-reitora de Graduação, Marta Favaro.

UEM - A Universidade Estadual de Maringá (UEM) teve a graduação em Farmácia, Matemática, Pedagogia e Química avaliada com nota máxima e outros 46 cursos com 4 estrelas. A pró-reitora de Ensino da UEM, Alexandra Cousin, afirma que os resultados dos cursos de graduação no Guia da Faculdade confirmam a formação de qualidade oferecida pela universidade.

“Esse ano tivemos mais destaques, o que muito nos orgulha e confirma nosso compromisso com a qualidade de ensino e das atividades de pesquisa e extensão oferecidas aos nossos alunos”, disse.

UEPG - Na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) os destaques foram os cursos de Química Tecnológica, Geografia (Bacharelado e Licenciatura) e Letras Português/Inglês todos com nota máxima na avaliação. Outros 34 cursos da conquistaram 4 estrelas.

O coordenador do curso de Bacharelado em Geografia da instituição, Márcio Ornat, comemora o reconhecimento da excelência do curso, que figura, junto à Licenciatura em Geografia, entre os melhores da área. “O resultado desta avaliação é o reconhecimento de todos os esforços dos docentes, na construção de um curso que atenda às demandas sociais, através do fortalecimento da universidade pública, gratuita, socialmente referenciada, democrática e de qualidade”, destaca.

OUTRAS - A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) teve 42 cursos com 4 estrelas, seguida pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) com 29, Universidade Estadual da Paraná (Unespar) com 11; e a Universidade Estadual do Norte do Paraná, com 4.

INTERNACIONAL – As Universidades Estaduais também se destacaram no Times Higher Education – Emerging Economies 2021, divulgado na última semana. A classificação é uma das mais relevantes para avaliar cinco áreas: ensino, pesquisa, citações, perspectivas internacionais e renda da indústria, referente à relação com empregadores e oportunidades de estágios).

A UEL aparece na faixa 400/500 melhores universidades de todo o mundo, seguida pela UEM, Unioeste e UEPG, que ocupam a faixa entre as 500 mais bem colocadas. No ranking global da THE, figuram, no topo, cinco universidades chinesas, precedidas de universidades da Rússia, África do Sul e Taiwan, entre outras. A Universidade de São Paulo (USP) é a instituição brasileira mais bem posicionada no ranking geral, em 19º lugar no índice geral.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp