MENU

01/11/2021 às 20h41min - Atualizada em 02/11/2021 às 00h00min

Câmeras de segurança mostram início da abordagem da PM antes de agressão à dona de hamburgueria, em Curitiba

Imagens mostram funcionário do estabelecimento sendo retirado à força de uma casa em frente à hamburgueria que foi fechada. Momentos depois, empresária foi agredida por policial quando já estava imobilizada no chão.

G1 - Norte, Nordeste PR
https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2021/11/01/cameras-de-seguranca-mostram-inicio-da-abordagem-da-pm-antes-de-agressao-a-dona-de-hamburgueria-em-curitiba.ghtml

Imagens mostram funcionário do estabelecimento sendo retirado à força de uma casa em frente à hamburgueria que foi fechada. Momentos depois, empresária foi agredida por policial quando já estava imobilizada no chão. Câmeras de segurança mostram ação de PMs na Rua Raul Pompeia, na CIC
Câmeras de segurança registraram o início da abordagem da Polícia Militar que, momentos depois, resultou na agressão a uma empresária que já estava imobilizada no chão, em Curitiba. Veja as imagens acima.
O caso aconteceu durante uma policial na rua Raul Pompeia, no bairro CIC, no dia 22 de outubro. Durante a abordagem, Stephany Rodrigues, dona de uma hamburgueria fechada pela polícia, foi agredida por um policial.
Vídeo mostra agressão de PM contra mulher durante abordagem no Paraná
'Achei que ia me matar', diz mulher agredida por PM durante abordagem em Curitiba; VÍDEO
Imagens registraram mulher sendo agredida por PM no Paraná
As novas imagens, divulgadas nesta segunda-feira (1º), mostram o motoboy Juan de Lima, que trabalhava na hamburgueria, sendo retirado por policiais de uma outra casa da região. Ele fumava narguile com amigos no local.
As imagens mostram o motoboy sendo arrastado por policiais e imobilizado. Neste momento, Stephany começa a gravar a ação da polícia.
Segundo o motoboy, foi o comandante da ação que o tirou da casa à força.
Imagens mostram início da abordagem da PM na rua Raul Pompeia, no CIC
Reprodução
"Ele chegou, ficou me olhando assim. Olhou pra mim e disse as seguintes palavras: 'trabalhadorzinho você, né? Fumando narguile, coisa de vagabundo'", disse Juan de Lima.
O jovem foi preso por desacato à autoridade.
O advogado Igor José Ogar, que defende a empresária e o motoboy, questionou a legalidade da ação policial.
"Extremamente agressiva, desnecessária e violenta. Aparentemente levando a crer que praticou-se ali uma invasão a domicilio, pois não houve autorização do proprietário da casa e das pessoas que ali se encontravam sem praticar nenhum ato ilícito", afirmou.
A PM informou que foi instaurado um procedimento interno sobre a ocorrência da Rua Raul Pompéia. Durante a apuração, segundo a PM, partes envolvidas e testemunhas serão ouvidas.
OAB-PR pede afastamento de PM que agrediu mulher imobilizada no chão em Curitiba e de comandante da ação
Governador admite excesso de policial militar que agrediu mulher imobilizada no Paraná
"Achei que ia me matar"
À RPC, Stephany Rodrigues, de 28 anos, falou que pensou que fosse morrer no local. Ela teve ferimentos no braço, pescoço, nariz e boca. A jovem de 28 anos é dona de uma hamburgueria que foi fechada pelos policiais.
"Eu achei que ele ia me matar, que eu ia morrer. Porque o que eu conseguia ver, não tinha ninguém por perto, eu só via coturno", relembrou a comerciante.
Segundo a comerciante, ela foi até os policiais após os agentes tirarem a força um funcionário de dentro da própria casa, próxima ao estabelecimento. A PM afirmou que ele desacatou os policiais enquanto fumava narguilé.
Assista, no vídeo abaixo, os momentos que antecedem a agressão.
Imagens registram momentos que antecedem agressão de PM contra mulher no Paraná
A hamburgueria foi fechada por estar com a ocupação acima da capacidade permitida por decreto municipal. O local foi multado em R$ 30 mil pelo descumprimento da medida e por não oferecer álcool em gel.
Quando estava imobilizada, a mulher gritou por socorro e disse que estavam quebrando a mão dela. Ela foi atendida em uma unidade de saúde. Depois, assinou um Termo Circunstanciado por desacato e foi liberada.
"Foi uma abordagem muito agressiva, muito agressiva. desnecessária, completamente desnecessária. Eu já estava no chão, eles me machucaram muito, muito", disse.
Assista aos vídeos mais acessados do g1 PR
Veja mais notícias da região em g1 Paraná

Fonte: https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2021/11/01/cameras-de-seguranca-mostram-inicio-da-abordagem-da-pm-antes-de-agressao-a-dona-de-hamburgueria-em-curitiba.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp