MENU

04/11/2021 às 20h22min - Atualizada em 05/11/2021 às 00h00min

Vinícolas internacionais mergulham no mercado brasileiro

Alta no consumo de vinhos faz com que grandes marcas e vinícolas cheguem ao Brasil

SALA DA NOTÍCIA Economia & Negócios
https://nopnet.com.br

Com o aumento de mais de 30% no consumo de vinho no Brasil, grandes marcas internacionais chegam ao mercado brasileiro. Como já é costume nos países Europeus, o vinho deixa de ser uma bebida exclusiva de cerimônias e eventos e passa a estar mais próximo do dia a dia dos consumidores.

Dentre as variações preferidas entre os brasileiros, os vinhos tintos se destacam pelo maior consumo, principalmente os vinhos cabernet sauvignon, que se destacam no sabor e nos detalhes do tanino do vinho. O cultivo das videiras, também conhecidas como parreiras, é fundamental para que o destaque e excelência do sabor seja evidenciado. 

De acordo com o enólogo Martin Giardina, da La Mansa Wine Estates, diversos motivos podem influenciar na produção do vinho. “O principal fator para elaboração dos vinhos de qualidade se reduz a somente uma palavra: o terroir. O terroir significa a combinação de aspectos geológicos e geográficos, assim como a dedicação dos especialistas e a história do lugar”, diz o enólogo.

Dentre os novos entrantes no mercado brasileiro, a La Mansa Wine Estates, uma vinícola de San Rafael, Mendoza, na Argentina, traz ao mercado grandes diferenciais com vinhos de altíssima qualidade, trabalhando com o cultivo orgânico e processos sustentáveis de produção.

A vinícola traz ao mercado brasileiro suas principais linhas e seus melhores vinhos, à exemplo a linha Ego, que é destaque entre as produções, onde é possível apreciar a versatilidade das variedades da vinícola. Dentre eles vinhos com as uvas malbec, cabernet sauvignon, merlot e chardonnay. Além dos blends de uvas que são desenvolvidos pelos enólogos da vinícola, que estudam o paladar do brasileiro para elaborar vinhos que agradem ao público.

Os vinhos argentinos têm sido muito consumidos pelos brasileiros, acredita-se que este fator pode estar relacionado à produção da bebida que foi desenvolvida por gerações e muitos dos aprendizados se passam de pai para filho nas produções argentinas, assim a identidade do vinho está relacionada com o cuidado na produção de cada uma das garrafas.

Especialistas dizem que cada garrafa de vinho é capaz de carregar uma identidade única, o cuidado principalmente das produções pequenas quase nunca se repete ao longo dos anos. Assim cada vinho traz a sua história. Cada vinhedo uma identidade.

Por fim, vale lembrar que o consumo moderado de vinho também pode trazer benefícios à saúde. De acordo com a Sociedade de Cardiologia de São Paulo, SOCESP, o consumo moderado de vinho pode reduzir riscos cardíacos. 


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp