MENU

28/11/2021 às 11h44min - Atualizada em 29/11/2021 às 10h00min

Idoso que caiu em córrego após buraco se abrir em calçada continua internado com um dos braços sem movimento: ‘Muito assustado’, diz filha

Uma semana após o acidente, Maximiliano De Conti Júnior continua internado na Beneficência Portuguesa de Bauru (SP). Segundo a filha, o idoso está imobilizado e sem forças para mexer um dos braços por um rompimento em um ligamento.

G1 - Bauru, Marília (SP)
https://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2021/11/28/idoso-que-caiu-em-corrego-apos-buraco-se-abrir-em-calcada-continua-internado-com-um-dos-bracos-sem-movimento.ghtml

Uma semana após o acidente, Maximiliano De Conti Júnior continua internado na Beneficência Portuguesa de Bauru (SP). Segundo a filha, o idoso está imobilizado e sem forças para mexer um dos braços por um rompimento em um ligamento. Idoso que caiu em córrego após buraco se abrir em calçada continua internado em Bauru (SP)
Arquivo Pessoal
A filha do idoso que caiu dentro de um córrego por conta de um buraco que se abriu na calçada contou ao g1 que, uma semana após o acidente, o pai continua internado na Beneficência Portuguesa de Bauru (SP).
Segundo a filha, o pai, de 71 anos, era uma pessoa ativa, cozinhava, limpava a própria casa e dirigia. Porém, após o acidente, Maximiliano De Conti Júnior está imobilizado na cama do hospital, sem movimentar as mãos e as pernas por conta das várias fraturas.
“Ele era totalmente independente. Agora, ele não movimenta os braços por conta de uma clavícula que deslocou e por ter um rompimento nos ligamentos e nos nervos de um dos braços. As pernas não se movimentam por causa de uma fratura em um dos pés, no tornozelo e por uma luxação no joelho. Ele não segura sequer um celular”, conta a filha, que pediu para ter o nome preservado.
Maximiliano De Conti Júnior não tem previsão de alta e os médicos avaliam se os ferimentos precisam de cirurgia
Arquivo Pessoal
Ainda segundo a filha, o pai está sob os cuidados de cuidadores da prefeitura 24 horas, não consegue se alimentar sem ajuda e precisa de canudo para beber água. Ele não tem previsão de alta e os médicos avaliam se os ferimentos precisam de cirurgia.
“O meu pai ainda está passando por tomografias, exames e ressonâncias. A condição dele é lamentável, não sabemos ainda sobre sequelas e se os movimentos vão retornar”, diz.
A filha afirma também que o pai está muito assustado, preocupado com a cachorrinha, companheira que estava com ele no momento do acidente. De acordo com ela, o pai se recorda sobre o ocorrido, mas se recusa a falar sobre o assunto.
“Ele está muito assustado, muito preocupado com a cachorrinha que é a companheira fiel. No início da semana ele conversava com a gente, agora ele está muito triste e não quer nem falar no telefone. Por conta da situação, pedi que ele tenha acompanhamento psicológico”, lamenta.
Maximiliano De Conti Júnior ainda está passando por tomografias, exames e ressonâncias
Arquivo Pessoal
O quadro do idoso é estável, porém, como tomava remédio contínuo para pressão alta, a filha recomendou o acompanhamento de um cardiologista, já que o pai vem reclamando de dores no peito e a pressão se manteve alta nos últimos dias.
“Por conta de todo o susto, a pressão vem se mantendo alta nos últimos dias. Inclusive, na quarta-feira, ele sentiu fortes dores no peito, teve uma ‘angina’ que é uma forte dor no peito significativa após a pressão se manter alta. Ele reclamou bastante de sufoco também. O cardiologista continua acompanhando”, explica.
Buraco se abre em calçada de ponte e idoso cai dentro de córrego em Pederneiras
Vando Alves/Arquivo pessoal
Caso
Local do acidente apresenta problemas recorrentes e teria sido reformado recentemente pela prefeitura
Arquivo Pessoal
Na manhã de sexta-feira (19), o idoso de 71 anos sofreu uma forte queda quando um buraco se abriu na calçada de uma ponte e ele caiu dentro de um córrego na região central de Pederneiras (SP).
Segundo familiares de Maximiliano de Conti Júnior, o idoso passeava com seu cão pela ponte do Córrego do Monjolo quando o buraco se abriu. O homem caiu de uma altura de cerca de três metros e ficou nas margens do córrego à espera do socorro.
O Corpo de Bombeiros foi acionado e resgatou o idoso com o uso de cordas e de uma escada. Também participaram do resgate agentes da Defesa Civil da cidade. O homem foi atendido por paramédicos do Samu e levado para a Santa Casa de Pederneiras.
Segundo moradores da região consultados pelo g1, o local do acidente apresenta problemas recorrentes e teria sido reformado recentemente pela prefeitura.
Em nota, a prefeitura de Pederneiras informou que p local passou por obras de reparos no guarda-corpo, tubulação e na calçada no primeiro semestre deste ano, que não alteraram a estrutura do muro de ala da ponte.
Segundo a prefeitura, o que ocasionou o acidente foi o desmoronamento do muro de ala que fez o aterro da calçada ceder, devido às chuvas. O local foi interditado para evitar novos acidentes.
A nota diz que a equipe do setor de Obras da prefeitura esteve no local e já está providenciando as obras para reparo do muro da ponte, como a construção de um novo muro de contenção. Essas obras serão feitas quando as chuvas pararem.
Além disso, diz a prefeitura juntamente com a Defesa Civil, as equipes farão uma inspeção completa na ponte e nas alas dela para avaliar a situação e planejar novos reparos.
Buraco se abre em calçada de ponte e idoso cai dentro de córrego em Pederneiras
Arquivo pessoal
*Sob supervisão de Paola Patriarca
VÍDEOS: assista às reportagens da região
Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2021/11/28/idoso-que-caiu-em-corrego-apos-buraco-se-abrir-em-calcada-continua-internado-com-um-dos-bracos-sem-movimento.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp