MENU

13/07/2020 às 12h44min - Atualizada em 13/07/2020 às 12h51min

Lello bate marca de R$ 12 milhões em aluguéis renegociados na pandemia

Empresa de real state de São Paulo implantou central de negociações para auxiliar proprietários e inquilinos, e criou diversas soluções para viabilizar os negócios de vendas e locação de imóveis, durante a crise do coronavírus

DINO

A Lello bateu a marca de R$ 12 milhões em renegociação de aluguéis nos últimos três meses em São Paulo, durante a pandemia de coronavírus, entre descontos, abonos e adiamentos.

Segundo a empresa de real state, que segue em pleno funcionamento com toda a equipe em home-office, os aluguéis negociados até junho representaram 35% do total dos seus contratos de locação, sendo 63% do total dos contratos de imóveis comerciais e 27% do total dos residenciais.

Desde o início da quarentena a empresa implantou uma central de negociações, com olhar técnico, para atender e avaliar caso a caso os pedidos de abonos e adiamento dos pagamentos de aluguéis.
O objetivo desse time de especialistas é cuidar de todas as mediações e negociações necessárias, de maneira balizada pelos princípios da transparência e da razoabilidade, para que os impactos, tanto para inquilinos quanto para proprietários, sejam os menores possíveis.

Uma outra iniciativa da Lello, para que os negócios de locação e vendas não parassem, foi a visita virtual e o tour 360° aos imóveis disponibilizados. Pretendentes podem, com comodidade e segurança, escolher um imóvel, visitá-lo virtualmente, sem que ninguém precise sair de casa.
Outro mecanismo que contribuiu para continuidade dos negócios foi o uso de assinatura eletrônica nos contratos, que já era uma realidade na empresa há mais de quatro anos, mas que cresceu muito no período da quarentena.

Do total de transações de locação de imóveis realizadas, 94% dos contratos foram assinados digitalmente. Em relação aos de compra e vendas, essa modalidade de assinatura eletrônica chegou a 50% dos contratos.

E também foi pensando em seus inquilinos, nesse momento conturbado, que a Lello fechou parceria com a PicPay, permitindo a eles optarem pelo pagamento do aluguel via cartão de crédito, com possibilidade de parcelamento em até 12 vezes, via app e ainda com benefício de um cashback.
Para consolidar o seu atendimento 100% digital, no último dia 9 de junho, a imobiliária se tornou a primeira do Brasil a intermediar a assinatura de uma escritura de compra e venda de imóvel de forma eletrônica, sem que comprador nem o vendedor precisassem comparecer ao cartório.

A transação, recém-autorizada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça), foi feita por meio da plataforma e-notariado, via videoconferência e com assinaturas digitais utilizando o certificado digital - ICP- Brasil.

"O setor imobiliário se reinventou nesta pandemia. Tivemos um desafio monumental de ressignificação do nosso modelo de negócio para seguir atendendo aos nossos clientes, com soluções digitais inovadoras que se somaram aos esforços de toda a equipe para atender e intermediar as negociações, contratos, vistorias e registros de imóveis", afirma José Roberto de Toledo, CEO da Lello.

Sobre a Lello

A Lello é um grupo imobiliário com atuação em São Paulo, ABC paulista, litoral e interior. É composto pelas empresas Lello Imóveis e Lello Condomínios, e atua com compra, venda, locação, administração de imóveis e condomínios. Mais informações podem ser obtidas no portal www.lello.com.br.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp