22/12/2021 às 09h29min - Atualizada em 22/12/2021 às 09h29min

​UENP aprova protocolo de biossegurança para retorno presencial

Será condição obrigatória para o retorno presencial a comprovação de vacinação, exceto nos casos de expressa impossibilidade clínica atestada por relatório médico

Assessoria
Assessoria
O Conselho Universitário (Consuni) da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) aprovou, na quinta-feira (16/12), o Protocolo de Biossegurança Institucional para retorno presencial das atividades acadêmicas dos cursos de graduação e pós-graduação. O documento, que recebeu parecer favorável do Comitê de Elaboração do Plano de Contingência da Covid-19 na UENP, traz como condição obrigatória para o retorno presencial a comprovação de vacinação, exceto nos casos de expressa impossibilidade clínica atestada por relatório médico.

Confira a Resolução AQUI.  

Neste primeiro momento, os estudantes de graduação e pós-graduação deverão enviar, até o dia 20 de janeiro de 2022, por meio do SUAP, os documentos: Comprovante de Vacinação e Termo de Ciência e Cumprimento dos Protocolos de Biossegurança da Covid-19 / UENP. O estudante com impossibilidade clínica de vacinação contra a Covid-19 deve enviar, nos mesmos prazos e condições, o atestado médico que comprove a imposibilidade clínica de vacinação e o termo de ciência.

Forma de Envio

O envio do comprovante de vacinação e do Termo de Ciência e Compromisso deve ser feito exclusivamente pelo SUAP, no menu: CENTRAL DE SERVIÇOS > Abrir Chamado > NOTIFICA COVID-19 UENP.

Confira o Termo de Ciência e Compromisso AQUI. 

Após o retorno presencial, o estudante, em comprovado período isolamento devido à suspeita ou confirmação de Covid-19, não poderá frequentar as dependências da universidade. Será de responsabilidade do estudante informar a UENP sobre o período de isolamento, por meio dos canais próprios disponibilizados pela Instituição. O estudante deverá apresentar atestado médico. O discente que frequentar as dependências da universidade no período de comprovado isolamento cometerá infração disciplinar.

O Protocolo de Biossegurança Institucional traz 17 itens sobre regras de convívio, além de informações sobre formas de contágio e instruções sobre condutas diante de casos suspeitos e confirmados.

Confira o protocolo AQUI. 

Para o retorno seguro das aulas, também será obrigatório o uso de máscara facial de tecido ou descartável cobrindo nariz e boca durante toda a permanência nas dependências da universidade. A máscara é de responsabilidade e uso individual, portanto, não deve ser compartilhada e deve ser trocada a cada três horas (máscara não cirúrgica ou de tecido) ou quatro horas (máscara cirúrgica) ou sempre que estiver úmida ou suja.

Todos devem higienizar as mãos com água e sabão ou álcool 70%, após tossir, espirrar, usar o banheiro, manusear alimento, lixos ou objetos de trabalho compartilhados, tocar em superfícies de uso comum e antes e após a colocação da máscara, além de ter um frasco de álcool em gel 70% no bolso ou na bolsa.

É necessário manter o distanciamento físico de 1 metro das outras pessoas, evitar cumprimentos com abraços, beijos e apertos de mão e tocar a boca, nariz e olhos, bem com a máscara facial, sem lavar as mãos. Ao tossir ou espirrar, afastar-se das pessoas e cobrir o rosco com o antebraço.

Os objetos de uso pessoal não devem ser compartilhados, o uso de garrafas ou copos deve ser individual e as mochilas, bolsas e demais pertences não devem ser colocadas no chão. É preciso manter os ambientes bem ventilados, com janelas e portar abertas, a higienização de carteiras, bancadas, computadores e demais utensílios deverá ser realizada antes e após o seu uso e todas as salas deverão ter álcool 70%.

Os serviços de saúde onde estão alocados os campi da UENP são:
Cornélio Procópio: Unidade Pronto Atendimento de Cornélio Procópio, rua Atilio Bressan, s/n, Vila Santa Terezinha, atendimento de segunda-feira a domingo. Telefone: (43)991038022.

Bandeirantes: Unidade Referência Covid-Bandeirantes, Av. Edelina Meneghel Rando, 341, Vila IBC, atendimento de segunda a sexta-feira. Telefone: (43) 3542-5536.

Jacarezinho: Vigilância Epidemiológica, rua Paraná, 628, atendimento de segunda a sexta-feira. Telefone: (43) 3911-3050.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp