19/01/2022 às 10h18min - Atualizada em 19/01/2022 às 10h18min

​SESA confirma primeiro caso de H3N2 em Jacarezinho

Ao todo o Paraná tem 1313 casos com 40 mortes relacionadas ao vírus.

Redação - PortalJNN
Agência Estadual de Notícias
A Secretaria Estadual de Saúde do Paraná, a SESA, confirmou nesta terça-feira (18) o primeiro caso oficial de H3N2 (um tipo do vírus Influenza A) em Jacarezinho. Ao todo o Paraná tem 1313 casos com 40 mortes relacionadas ao vírus em 187 municípios.

Além do primeiro caso em Jacarezinho, a SESA ainda indicou três casos em Bandeirantes, um em Barra do Jacaré, cinco em Cambará, um em Carlópolis, dois em Conselheiro Mairinck, oito em Cornélio Procópio, um em Ibaiti, três em Joaquim Távora, dois em Jundiaí do Sul, um em Quatiguá, um em Santa Mariana, dois em Santana do Itararé, seis em Santo Antonio da Platina, um em São José da Boa Vista, quatro em Siqueira Campos e dois em Tomazina.

Ainda conforme a SESA, nenhum município pertencente à 19ª e 18ª Regional de Saúde registrou óbito relacionado com o vírus até o momento. Os diagnósticos estão sendo monitorados e contabilizados desde dezembro do ano passado, quando a doença começou a circular no Estado de maneira atípica. Na última semana o Paraná decretou situação de epidemia de H3N2.

“Nesta época não costumávamos registrar a circulação do vírus da Influenza de maneira tão intensa, geralmente isso ocorre no inverno. No último ano tivemos uma baixa adesão na vacinação contra a influenza e isso pode ter colaborado para o aumento da transmissão da doença”, alertou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Todos os anos o Ministério da Saúde realiza campanhas nacionais de imunização contra a gripe Influenza. Somente no ano passado, o Paraná recebeu 5.165.200 vacinas. Até agora, 449.330 doses ainda estão disponíveis nos municípios.

“Contamos com o apoio das equipes municipais para fazer essa vacina chegar até o braço dos paranaenses. Mesmo que seja da campanha passada, a imunização contra a gripe protege da maioria dos vírus circulantes e aumenta a imunidade contra a doença”, acrescentou o secretário.

MEDICAMENTOS – Somente neste mês, o Estado já descentralizou 556,4 mil cápsulas do medicamento Oseltamivir (Tamiflu) para tratamento da doença. A Secretaria aguarda ainda um novo envio de medicamentos do Ministério da Saúde.
É proibida a cópia ou reprodução total ou parcial dos artigos do PortalJNN bem como de suas imagens sem autorização por escrito. O conteúdo do PortalJNN é protegido pela Lei de Direitos Autorais (nº 9610/98).
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp