MENU

17/07/2020 às 12h02min - Atualizada em 22/07/2020 às 10h06min

E-commerce brasileiro fatura 56,8% a mais nos cinco primeiros meses de 2020 em relação ao mesmo período do ano passado

O mercado de e-commerce, no Brasil, teve um grande aumento no início de 2020, podendo ser um reflexo do período de isolamento, no qual as pessoas passaram a fazer mais compras pela internet

DINO
https://www.cuecastore.com.br/

O mercado de e-commerce, no Brasil, teve um grande aumento no início de 2020, podendo ser um reflexo do período de isolamento, no qual as pessoas passaram a fazer mais compras pela internet, mas não é apenas isso. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Movimento Compre & Confie, em parceria com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o Brasil faturou 56,8% a mais nos primeiros cinco meses de 2020 em comparação ao ano anterior.

Essa alavancada no mercado do e-commerce só foi possível porque teve um aumento no número de pedidos, que foi de R$ 63,4 milhões para R$ 105,6 milhões. Muitas pessoas passaram a comprar muitas coisas pela internet nos últimos tempos por conta de sua facilidade e comodidade. Por exemplo, é possível comprar cuecas e produtos de beleza em um único marketplace, tornando-se cada vez mais fácil e confortável fazer diversas compras.

Apesar de ter ocorrido uma queda no tíquete médio em 5,4% - de R$ 420,78 para R$ 398,03 -, isso não afetou o mercado, que quase dobrou o faturamento no primeiro semestre de 2020. Verificou-se aumento em três categorias: "Beleza e Perfumaria" apresentou alta de 107,4% e um faturamento de R$ 2,11 bilhões. "Móveis" também foi uma das categorias que registrou maior alta no período, 94,4%, e faturamento de R$ 2,51 bilhões. A categoria "Eletroportáteis" também teve um aumento considerável no período, 85,7%, e um faturamento de R$ 1,02 bilhão.

A região brasileira em que houve um maior aumento no mercado de e-commerce foi a região Nordeste, com um crescimento de 60,9% em relação ao mesmo período de 2019. Mesmo com o incremento, essa região foi responsável por 15,3% da receita dos primeiros cinco meses do ano de 2020. Em segundo lugar, o crescimento maior foi da região Sudeste, com 54,9%, que respondeu por cerca de 62,2% do faturamento do mercado eletrônico.

Com o aumento do faturamento, houve também um aumento no número de compras fraudulentas

No mesmo período, o número de compras fraudadas também cresceu no Brasil. A cada 100 compras fraudulentas na internet, 35 são do estado de São Paulo, que lidera como o estado que mais apresenta fraudes no território nacional. Essa é uma conclusão obtida pelo Censo de Fraude 2020, elaborado pela Konduto, sistema antifraude para pagamentos digitais e comércios eletrônicos.

A fim de apontar as regiões e os estados com os índices mais e menos elevados de pedidos fraudulentos, a Konduto levou em conta o fraud share, que considera a representatividade de cada estado do cenário brasileiro em pagamentos digitais. Calcula-se a partir da divisão da quantidade de tentativas de fraudes de cada estado pelo total de ações fraudulentas do País. Abaixo, é possível conferir os estados com maior número de casos fraudados:

- São Paulo: 35,57%

- Rio de Janeiro: 10,34%

- Minas Gerais: 7,55%

- Bahia: 6,51%

- Paraná: 5,49

O relatório também apresenta um recorte dos casos por regiões, o que indica que o Sudeste é a primeira região com mais tentativas de fraudes. O Nordeste, por sua vez, fica como segunda região com mais casos desse tipo.

Quando o assunto é e-commerce, uma loja online que é referência em qualidade e segurança é a Cueca Store, um lugar no qual é possível comprar cuecas e outras peças de moda masculina com um ótimo custo-benefício.



Website: https://www.cuecastore.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp