MENU

09/03/2022 às 11h41min - Atualizada em 09/03/2022 às 11h41min

​Governo do Paraná espera decretar fim da obrigatoriedade de máscaras ainda em março

Governador do Estado destaca a importância de aguardar o período pós-Carnaval para saber se será possível adotar medidas de flexibilização

Jovem Pan
Imagem ilustrativa / Google imagens
Em entrevista exclusiva no estúdio da Jovem Pan de Curitiba, o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), falou sobre a possibilidade do Estado deixar de exigir o uso de máscara de proteção contra a Covid-19 ainda neste mês de março, principalmente em ambientes abertos. A flexibilização seria realizada de forma gradativa. “A vacina funcionou muito bem. A Ômicron, que é uma outra cepa que veio aí no final do ano, ela acabou não sendo tão letal como foi a amazonense, que foi um furacão que veio no Brasil, como foi a própria Delta, e demonstrou que quem está está vacinado está conseguindo vencer a Covid, não tem grandes problemas a não ser algum tipo de resfriado mesmo. Então, automaticamente, tendo essa tranquilidade da vacinação funcionando bem, eu acho que é um segundo passo que nós vamos ter a partir de agora. Claro, nós temos que esperar. Nós tivemos um resquício de Carnaval. Demora aí dez dias, 15 dias, para [a gente] entender como é que vai ser essa onda”, disse.

Ratinho Júnior também falou sobre o cenário nacional da política e não se comprometeu sobre algum nome para apoiar nas próximas eleições à presidência. “Eu tenho um grande relacionamento com o presidente Bolsonaro, todo mundo sabe disso. Eu procuro ajudar o governo federal aqui no Estado, o governo federal procura nos ajudar também, temos algumas obras, inclusive que nós estamos fazendo com o governo federal, e eles ajudando inclusive financeiramente. Mas eu tenho um partido, que é o PSD, que tem buscado construir uma candidatura. Então, como nós estamos ainda em no início de março, as convenções são em julho, se eu não me engano, neste ano, nós temos um prazo ainda para ver se realmente o partido vai ter candidatura, se não vai ter, quem que poderia apoiar e construir esse ambiente saudável”, comentou o governador.

*Com informações da repórter Beatriz Frehner

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para presidente do Brasil?

76.0%
16.0%
1.3%
0.8%
0.5%
1.9%
0.3%
0.3%
0.3%
0.5%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp