MENU

29/04/2022 às 14h30min - Atualizada em 29/04/2022 às 14h30min

​UENP recebe aluno peruano no Mestrado em Ciência Jurídica

Assessoria
Assessoria
A excelência da pós-graduação em Ciência Jurídica da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) tem constituído sólidos acordos internacionais e gerado grande interesse de alunos estrangeiros pela Instituição. No final do último mês, a pós-graduação recebeu seu quinto aluno vindo de outro país. Jordy Arcadio Ramirez Trejo é peruano e ingressou no Programa de Mestrado em Ciência Jurídica da UENP em 2021, através do processo seletivo para alunos estrangeiros da Universidade.

Devido a pandemia da Covid-19, as aulas do mestrado foram realizadas de forma remota durante 2021. Porém, com o retorno das aulas presenciais na UENP, Jordy começou a frequentar as salas de aula da universidade em 25 de março. “Minhas expectativas são muito boas, creio que estudar com professores de grande trajetória, que já escreveram muitos artigos e livros é muito bom para a formação de qualquer aluno e isso me ajudará muito”, destaca. Ele partilha ainda o desejo de conhecer um pouco mais a cultura brasileira, as pessoas e o idioma. “É uma nova realidade. Quero conhecer mais as pessoas do Brasil e o idioma que é distinto do meu, mas ao mesmo tempo são similares”, comenta.

O mestrando formou-se em Direito pela Universidad Nacional Federico Villarreal, de Lima, no Peru, em 2019. Jordy conta que conheceu professores da UENP e profissionais da área do Direito em uma visita a Jacarezinho em 2017. “Conheci uma pessoa muito boa de Jacarezinho, o juiz doutor Rogério Cangussu que me incentivou a estudar no Brasil”, conta. “Estudar fora do país é muito bom, minha carreira focada em estudar um mestrado aqui me ajudará muito nos concursos. Se tudo der certo, vou estudar também o doutorado aqui no Brasil”, planeja.

No Programa de Mestrado, Jordy irá pesquisar sobre o “Acesso à justiça e inteligência artificial: ética, transparência e governança na produção e no uso de inteligência artificial no poder judiciário”, orientado pelo professor-doutor Marcos César Botelho. “O mestrado é uma oportunidade que nem todo estudante tem. Por isso, agradeço muito as autoridades da UENP, aos professores que dão a oportunidade aos estudantes estrangeiros de estudar aqui. Meus pais estão felizes, porque sou um dos primeiros filhos que sai do país para estudar. Eles são gratos pela universidade proporcionar essa oportunidade”, valoriza.

O assessor jurídico e coordenador da pós-graduação em Ciência Jurídica da UENP, professor-doutor Fernando de Brito Alves, destaca que o Programa de Mestrado e Doutorado tem diversas parcerias com universidades estrangeiras na América latina e Europa. “A internacionalização é muito importante para construção de redes de pesquisa e para aumentar o impacto das publicações do programa. A visibilidade internacional de um programa de pós-graduação está relacionada com o seu nível de excelência”, afirma.

Seleção

Para ingressar no programa de pós-graduação em Ciência Jurídica, os alunos estrangeiros são selecionados por meio de editais específicos do próprio programa ou de parceiros. “Já oferecemos vagas para África por meio do Programa de Formação de Professores de Educação Superior de Países Africanos (PROAFRI) do Grupo Coimbra e também para América Latina em parceria com a Organização dos Estados Americanos (OEA)”, exemplifica Fernando Brito.

O Mestrado e Doutorado em Ciências Jurídicas já recebeu alunos estrangeiros em outros anos. O primeiro foi Aristóteles Massaque, de Angola; depois Yuliana Herrera Miranda, da Colômbia; e Willy Rodrigue Ndougou Adda, de Camarões. Atualmente estão no Brasil, Filomeno Espírito Santo Gomes Varela, de Cabo Verde, e Jordy Ramírez Trejo, do Peru.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para presidente do Brasil?

74.5%
16.7%
1.5%
0.9%
0.6%
2.1%
0.3%
0.3%
0.3%
0.6%
2.3%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp