23/06/2022 às 13h11min - Atualizada em 23/06/2022 às 13h11min

​Procuradora agredida em Registro é filha da pirajuenses

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira (23), em uma clínica em Itapecerica da Serra, o procurador Demétrius Oliveira de Macedo, que agrediu a procuradora-geral da prefeitura de Registro

JORNAL SUDOESTE DO ESTADO E GOVERNO DO ESTADO DE SP
Divulgação
A procuradora Gabriela Samadello Monteiro de Barros, 39 anos, que foi brutalmente agredida pelo também procurador Demetrius Macedo, na última segunda-feira (20), na cidade de Registro, tem laços com a região sudeste de SP, pois seus pais são de Piraju, segundo o Jornal Sudoeste do Estado.

O caso teria ocorrido após a vítima denunciar o comportamento do agressor no ambiente de trabalho.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, Gabriela estava trabalhando, quando foi surpreendida pelo agressor que desferiu cotoveladas e socos contra seu rosto. Outras pessoas que estavam presentes tentaram defender a procuradora, mas não conseguiram.

Os funcionários do setor jurídico ouviram a gritaria e conteram o procurador, que após as agressões, ainda ofendeu Gabriela por várias vezes.

A vítima informou a polícia que dias atrás ela enviou um memorando à Secretaria Administrativa com propósito de procedimento administrativo, após ela flagrar Demetrius tratar de forma grosseira uma outra colega de trabalho.

Foi publicado em Diário Oficial a informação que uma comissão seria criada para apurar os fatos, o que teria motivado as agressões contra a procuradora.

A prefeitura de Registro repudiou as agressões e diz que está tomando providências cabíveis:

“A administração municipal está tomando as providências necessárias e já determinou, de imediato, que o agressor seja suspenso, nos termos do art. 179, c/c inc. III do art. 180, ambos da Lei Complementar nº 034/2008 – Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Registro, com prejuízo de seus vencimentos, a partir de 21 de junho”, disse o órgão.

Procurador foi preso nesta manhã
A Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira (23), em uma clínica em Itapecerica da Serra, o procurador Demétrius Oliveira de Macedo, que agrediu a procuradora-geral da prefeitura de Registro, Gabriela Samadello Monteiro de Barros, na segunda (20).

“Que a Justiça faça a sua parte agora e use contra ele todo o peso da lei. Agressor de mulher vai pra cadeia aqui em São Paulo. Denuncie sempre”, disse o governador Rodrigo Garcia.

O mandado foi expedido na quarta-feira (22) pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Registro, Raphael Ernane Neves, que justificou que “nenhuma das medidas alternativas se revela pertinente”.

De acordo com o despacho do delegado Daniel Vaz Rocha, do 1º Distrito Policial de Registro, que representou pela prisão do acusado na 1ª Vara Criminal da cidade, o acusado “vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe a perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública.”

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp