28/06/2022 às 11h45min - Atualizada em 28/06/2022 às 11h45min

Frutfest de Carlópolis retorna em setembro como maior feira do Norte Pioneiro

Assessoria
Divulgação
O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) destacou nesta segunda-feira, 27, o retorno da Frutfest em Carlópolis depois de suspensa por dois anos devido a pandemia. A décima primeira edição da feira, a maior do gênero no Paraná, será realizada entre 1º e 4 de setembro na Ilha do Ponciano. “A Frutfest vem destacar a produção de frutas de Carlópolis e de toda a região. O município é o maior produtor de goiaba do Paraná, responsável por quase 77% da produção da fruta no Estado, e produz ainda café, carambola, abacate, pitaya, figo-da-índia e lichia”, disse.

“A feira que ganhou expressão, além do Norte Pioneiro, atrai visitantes de cidades paulistas e é uma boa opção de lazer, turismo, movimenta o comércio e gera empregos. Além disso, tem oficinas e painéis que procuram orientar como melhorar a produção de frutas”, completa.

Romanelli destaca ainda que Carlópolis produz durante todos os meses em 390 hectares de cultivo com potencial de produção de 23 mil toneladas por ano. “A feira evidencia toda essa potência de produção da fruticultura da cidade, hoje com destaque especial para a goiaba”.

A feira terá ainda rodeio em touros e cavalos e shows. Além de painéis e oficinas, o espaço da Frufest na Ilha do Ponciano terá ainda praça de alimentação, estacionamento, camarotes com balada exclusiva, parque de diversões e cavalgada.

O prefeito Hiroshi Kubo (PSD) diz que a feira retorna como principal evento do Norte Pioneiro. Kubo já detalhou a programação da feira ao deputado Romanelli e ao secretário estadual Noberto Ortigara (Agricultura e Abastecimento). Ortigara adiantou que a pasta vai participar da feira com os eventos técnicos de apoio, capacitação e informações aos cafeicultores, fruticultores, entre outras atividades do agronegócio de Carlópolis e da região.

Produção – As frutas produzidas em Carlópolis ganharam o mercado interno e internacional – com destaque para São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso, e para Europa o Oriente Médio. A Coooperativa Agroindustrial de Carlópolis (Coac), com boas práticas agrícolas e tem baixo impacto ambiental, alcançou com a goiaba em 2019, a certificação de Indicação Geográfica e o selo Global G.A.P. (Global Agricultural Practices).

Em 2021, os produtotes incluíram carambola, abacate, pitaya, figo-da-índia e lichia na lista de frutas com o selo Global G.A.P. No ano passado, a Coac comercializou 2.998 quilos de carambola, 133.117 quilos de abacate, 2.084 quilos de figo-da-índia, 5.531 quilos de pitaya, 39.014 quilos de lichia e 50.340 quilos de goiaba. Portugal, Suíça, Inglaterra, Espanha e países do Oriente Médio foram os principais compradores.

Já a qualidade da produção de café de Carlópolis é destaque no País. A cidade produz atualmente 10,4 mil toneladas do grão por ano, espalhados por cerca de 5 mil hectares. O Paraná é o sexto maior produtor do grão no País, atrás de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Bahia e Rondônia. A produção do café no Estado no ano passado foi de 870 mil sacas. O valor da saca, em algumas localidades, ultrapassou R$ 1 mil, tendência reforçada com as geadas recorrentes durante o inverno.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp