01/07/2022 às 16h53min - Atualizada em 01/07/2022 às 16h53min

​UENP inaugura unidade acadêmica para promover Ciência, Cultura e Inovação em Jacarezinho

Assessoria
Divulgação
Cultura, esporte e lazer são algumas das opções proporcionadas pelo Parque Universitário de Ciências, Cultura e Inovação da Universidade Estadual do Norte do Paraná, inaugurado na tarde de quinta-feira, 30 de junho. Cedido pelo Tecpar à UENP, o local tem uma área com mais de 120.000m² em Jacarezinho, e reúne também o Museu de Arte e Cultura Popular da UENP; o Centro de Documentação Histórica; o Galpão Cultural Romano Nunes – Cabelo; as pistas de Corrida Cross Country e de MTB XCO – UENP e o Bosque UENP Sustentável.

A reitora da UENP, professora Fátima Aparecida da Cruz Padoan, destacou a relevância regional do parque no âmbito do esporte e do lazer. “O novo espaço representa um compromisso institucional com o lazer e a socialização da comunidade, a partir de atividades culturais e educativas e práticas desportivas, com foco na melhoria da qualidade de vida da população. Os benefícios serão imediatos para toda a população do Norte paranaense”, salientou.

O Superintendente de Ciências, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona, parabenizou a UENP pelo Parque. “Eu fiquei realmente muito encantado e entusiasmado com tudo o que vi. Essa estratégia de fazer aqui a sede de tantos espaços e fundamentalmente espaços de cultura e esporte, poderá transformar a vida de muita gente, é o que nós desejamos para esse espaço. É um espaço relevante para a ocupação por toda a sociedade, para maior aproximação e interação da universidade com a sua comunidade”, destacou Aldo.

Para o deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli, a Universidade tem papel fundamental para o desenvolvimento da região. “Me lembro de quando foi discutido a viabilização desse parque e hoje ele está aqui, materializado. A universidade tem um papel fundamental de dialogar com diversos setores, a instituição também retribui o apoio recebido, fazendo com que o conhecimento seja uma grande vetor de crescimento e desenvolvimento econômico da nossa região”.

O prefeito de Jacarezinho, Marcelo Palhares, falou da parceria entre a prefeitura e a universidade. “Hoje é um grande dia! Logo que cheguei, vi as crianças participando e usufruindo desse parque, isso é uma benção. Desde o início da minha gestão quis ser parceiro da UENP, entendo a importância que ela tem em nossa região, essa é uma parceria que desejo que continue por muito tempo”, apontou.

A solenidade contou com a apresentação da Escola de Samba Acadêmicos Capiau, que animou todos os presentes. Para fechar o dia de inauguração, o público assistiu ao espetáculo “Pesquisa Cênica – Am 950, Rádio Doçura”, peça dirigida pelo Grupo Paiol, com atuação de Pedro Ziroldo e Heriveuto Souza, que traz um retrato cotidiano dos trabalhadores dos carnavais. Participaram do evento autoridades, estaduais, municipais, alunos, professores e agentes universitários da UENP, além da comunidade local.

Galpão Cultural
Para celebrar a inauguração do Galpão Cultural Romano Nunes – Cabelo, houve a apresentação do Grupo de Capoeira Modelo e Cidadania. O espaço é destinado para a cultura de Jacarezinho e região, onde serão realizados diversas atividades.

“Instalado em primeiro momento anexo a reitoria, hoje o nosso Galpão é ampliado e poderá melhor atender a nossa comunidade, de maneira mais adequada. É muita emoção tudo o que nós estamos vivendo hoje, agradeço aos que sonharam junto comigo esse espaço que leva o nome do grande Romano Nunes Cabelo, ícone da música paranaense”, destacou James Rios.

Museu
O Museu de Arte e Cultura Popular se dedica a salvaguardar a memória cultural do povo norte paranaense. Na inauguração foi aberta a exposição “Minha terra, que delícia! Quantos carnavais…”, que descortina a força de uma festa popular que resiste a década de 1930 até os dias atuais. A exposição rememora, por meio de janelas temporais constituídas por fotografias e objetos tridimensionais, aspectos importantes do carnaval de rua e de salão de Jacarezinho. A curadoria é assinada pela professora e museóloga Elisângela Machieski.

O coordenador de Assuntos Culturais e de Museu da Seti, Renê Ramos, destacou a importância do Museu. “Vocês têm aqui uma preciosidade muito grande, que é a cultura popular. Temos aqui uma exposição linda! É uma alegria dizer que isso aqui é um ícone para todo a região. Faço um apelo para que jamais deixem de ajudar a cultura do nosso estado. Porque a cultura é capaz de produzir coisas lindas como essa que vemos hoje, e isso muda vidas”, disse.

No Museu, o público também pôde conferir a Mostra de Arte Popular do coletivo artístico Novo Prisma, de Jacarezinho, onde estão expostas obras de artistas locais.

Centro de Documentação
O Centro de Documentação Histórica da UENP vai preservar os documentos importantes dos municípios da região. A coordenadora do Centro, Janete Leike destacou que o espaço é resultado de uma longa batalha. “É o início de algo espetacular para a UENP. A sociedade como um todo será beneficiada. Quero agradecer a todos pela colaboração, estou muito esperançosa e muito feliz com isso”, comemora.

Pista
O Parque conta também com a Pista de Corrida Cross Country e a Pista de MTB XCO. O diretor de extensão da UENP, Rui Gonçalves, explica que a pista Cross Country é uma modalidade olímpica e se caracteriza por ser em terrenos instáveis. “Esse parque simboliza muito bem o terreno necessário para a modalidade. Temos as medidas solicitadas de maneira oficial e conseguimos uma pista muito boa, com subidas e descidas, até mesmo lama, para que as pessoas possam praticar a modalidade”.

O Mountain Bike Cross Country Olímpico (MTB XCO) também é praticado na natureza, em terrenos irregulares. Segundo o professor Claudinei Ferreira dos Santos, as características do Parque conseguem atender as particularidades da modalidade. “Nós estávamos procurando um espaço para abrir a pista de MTB XCO quando veio o convite para fazer aqui no Parque e logo na primeira visita andei todo o espaço e vimos que seria o local perfeito”, destacou Claudinei.

Bosque
O Bosque UENP Sustentável é uma iniciativa para auxiliar na implementação das políticas ambientais na Universidade. Na inauguração, foram plantadas mudas de árvores nativas, fornecidas pela empresa General Mills e pelo Instituto Água e Terra.

“O bosque é mais do que uma ação de plantar árvores, a intenção é materializar o projeto UENP Sustentável de alguma forma. Serão plantadas 500 mudas, que farão parte da área de proteção permanente próximo ao Ribeirão Belo Horizonte, que passa na propriedade. A ideia é também arborizar toda a propriedade para que nas atividades esportivas o conforto térmico venha acompanhado”, destaca a engenheira ambiental da UENP, Johicy Parra.

Investimento
Para adequação do espaço do Parque, foram investidos R$259.554,00 em reformas, R$24 mil em mobiliário, e R$26 mil em produções artísticas, possibilitando uma ampla área de socialização e desenvolvimento tanto para Jacarezinho quanto para todo o Norte Pioneiro do Paraná.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp