05/08/2022 às 12h31min - Atualizada em 05/08/2022 às 12h31min

​Ficafé 2022 é ampliada e agrega produtos diferenciados do agronegócio, no norte pioneiro do Paraná

Neste ano, evento será realizado de forma híbrida, com conteúdos presenciais, no Centro de Eventos de Jacarezinho, e transmissão online

Assessoria
Divulgação
A 15ª edição da Feira Internacional de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Ficafé) será realizada de 18 a 20 de outubro de forma híbrida, com programação presencial, no Centro de Eventos de Jacarezinho, e transmissão dos conteúdos online. Uma das principais novidades deste ano é que, além dos cafés especiais, haverá a exposição de mais produtos diferenciados do agronegócio. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site do evento: www.ficafe.com.br.

Quem visitar a feira terá a oportunidade de se atualizar sobre o mercado por meio das palestras, cursos e workshops, além de participar das premiações, rodadas de negócios e leilões, conferir a exposição de maquinários e insumos, e ampliar a rede de contatos.

O consultor do Sebrae Paraná, Odemir Capello, diz que as versões digitais da Ficafé, realizadas durante a pandemia, ampliaram o público da feira e atraíram, especialmente, consumidores finais e amantes do café de todo o Brasil. A partir deste ano, a Ficafé receberá a Feira Sabores Norte Pioneiro do Paraná e será ampliada para um grande evento do agronegócio na região.

“Teremos espaço para a exposição de produtos com Indicação Geográfica, Selo Alimentos Paraná, marcas coletivas e orgânicos certificados. A feira será uma vitrine e terá uma série de ações voltadas para o associativismo e acesso a mercado”, cita.  Esse direcionamento vai ao encontro à proposta de valor do norte pioneiro, que é de se tornar referência por meio de produtos diferenciados.

A programação ainda está em construção, mas trará conteúdos sobre produção e mercado de cafés especiais; inovações tecnológicas no campo; diversificação e qualidade na produção de frutas como abacaxi, morango, maracujá e goiaba; cultivo de orgânicos; conteúdos especiais para os coffee lovers (amantes do café); mulheres do café; além de concurso e leilão de cafés especiais.

O cafeicultor e tesoureiro da Cooperativa dos Produtores de Cafés Certificados e Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Cocenpp), Ricardo Batista dos Santos, diz que as edições digitais da feira facilitaram as vendas dos cafés especiais. “Acabamos de fazer a nossa segunda exportação direta para Barcelona, na Espanha. Se tivéssemos mais café, estaríamos exportando mais”, comemora. A região sofreu com a geada do ano passado e, por isso, neste ano, é esperada uma colheita abaixo da média.

Na avaliação de Santos, o evento é uma ótima vitrine, especialmente para contato com novas cafeterias. A retomada das atividades presenciais é importante.

“Foi na feira que, dez anos atrás, eu comprei o meu secador. E o adubo de tecnologia avançada que uso, conheci numa palestra da Ficafé”, conta.

Apesar da expectativa de safra menor, o cafeicultor diz que os preços estão favoráveis. Hoje, uma saca de 60 quilos de cafés especiais é comercializada por quase R$ 2 mil.

Ficafé

O maior evento de inovação em cafeicultura do Paraná e um dos maiores do Brasil é uma realização da Associação de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Acenpp), Cooperativa dos Produtores de Cafés Certificados e Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Cocenpp), Prefeitura de Jacarezinho, Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater (IDR-Paraná), Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, com patrocínio do Sebrae Paraná.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp