12/08/2022 às 11h34min - Atualizada em 12/08/2022 às 11h34min

​Van e motorista de Jacarezinho: o que se sabe sobre o acidente que vitimou sete pessoas na BR-376

Além do motorista, outras seis pessoas perderam a vida no acidente

Redação
Divulgação
Um gravíssimo aciente no fim da noite desta quinta-feira (11) deixou sete mortos e três feridos na BR-376 na região de Palmeira nos Campos Gerais do Paraná.

Até o momento o que se sabe é que além do motorista de Jacarezinho, Miguel Henrique de Melo, mais conhecido Guel, morreram quatro professores de Santo Antônio da Platina e duas de Barra do Jacaré.

Morreram no acidente Andreia Lemes Santana e Aparecida Lúcia da Cunha, de Barra do Jacaré, e Ederson Camiloti, Joana D’arc Bertoni, Lucilene Prates Saidler e Silvia Regina Gomes, de Santo Antônio da Platina.

Os professores Maria das Graças Oliveira, Juliano Cesar Teixeira e Fernanda Nogueira Teixeira, todos de Cambará estão internados em hospitais de Ponta Grossa.

A ocorrência foi por volta das 23h30 no km 545, no sentido capital da Rodovia do Café, quando a van acabou colidindo na traseira de um caminhão carregado com leite.

Especula-se que o caminhão estava sem nenhuma sinalização, com todas as luzes apagadas, e havia neblina no momento do acidente, mas ainda não há confirmação oficial. A polícia deve investigar as causas do acidente.

Mesmo após a colisão, segundo informações obtidas no local, o caminhoneiro não percebeu que se tratava de um outro veículo e acabou arrastando a van por cerca de 150 metros.

Polícia Rodoviária Federal (PRF), Corpo de Bombeiros, além de equipes do DER e Instituto Médico Legal estiveram presentes para atendimento a tragédia.

Os veículos envolvidos no acidente já foram retirados e estão no pátio da PRF em São Luiz do Purunã; com isso, as duas faixas da BR-376 sentido Curitiba já estão liberadas.

Os professores iriam para Curitiba para participar da 8ª Conferência Estadual de Educação, que reúne cerca de 500 delegados(as) de todo o estado em Curitiba. A APP-Sindicato emitiu nota onde lamenta o ocorrido e diz que a programação será reavaliada.

Nota da APP-Sindicato
“Com profundo pesar e consternação, a APP-Sindicato tomou conhecimento do trágico acidente que vitimou educadores(as) na BR-376 na noite desta quinta-feira (11). A direção do Sindicato acompanha a situação desde a primeira hora da manhã e prestará todo o auxílio necessário às famílias das vítimas, ainda em fase de identificação. Confirmamos que a van trazia a delegação de Cambará. A programação da 8ª Conferência Estadual de Educação, que reúne cerca de 500 delegados(as) de todo o estado em Curitiba, será reavaliada. Neste momento de profunda dor, a prioridade é a confirmação da identidade das vítimas e o socorro possível aos(as) sobreviventes e às famílias”

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp