02/09/2022 às 20h48min - Atualizada em 03/09/2022 às 00h00min

Seleção brasileira de judô é convocada para Mundial no Uzbequistão

Equipe terá 19 atletas, entre eles, campeões de edições anteriores, como Rafaela Silva e Mayra Aguiar, responsável pelo último ouro do Brasil na competição, em 2017.

Agência Brasil - Esportes
https://agenciabrasil.ebc.com.br/esportes/noticia/2022-09/selecao-brasileira-de-judo-e-convocada-para-mundial-no-uzbequistao


A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) anunciou hoje (2), no Rio de Janeiro, os 19 atletas convocados para o Campeonato Mundial da modalidade, entre 6 e 13 de outubro, em Tashkent, no Uzbequistão. O vencedor soma dois mil pontos no ranking de classificação para a Olimpíada de Paris, em 2024.



Nesta temporada, o Brasil esteve dez vezes no pódio em etapas de Grand Prix e Grand Slam, duas delas no topo, ambas com Guilherme Schmidt, na categoria até 81 quilos. Ele, atualmente, é o quarto melhor do mundo no peso, sendo o judoca homem do país mais bem colocado no ranking da Federação Internacional de Judô (IJF, sigla em inglês). A brasileira melhor posicionada, porém, é Beatriz Souza, terceira da categoria acima de 78 quilos.



Pesos



Dos 19 convocados, oito estão entre os dez primeiros dos respectivos pesos. Além de Guilherme e Beatriz, ocupam o top-10 os judocas Willian Lima (sexto na categoria até 66 kg), Rafael "Baby" Silva (sétimo na categoria acima de 100 kg), Rafaela Silva (nona na categoria até 57 kg), Ketleyn Quadros (quarta na categoria até 63 kg), Maria Portela (oitava na categoria até 70 kg) e Mayra Aguiar (sexta na categoria até 78 kg).



Mayra, aliás, é dona de seis medalhas na competição e mira o tricampeonato mundial, que seria inédito para o Brasil, entre homens e mulheres. Os dois títulos vieram em Chelyabinsk (Rússia) e Budapeste (Hungria), em 2014 e 2017, respectivamente. Além dela, Rafaela também teve o gostinho de ser campeã mundial, em 2013, no Rio de Janeiro.



"Com a mudança de calendário, adiando o evento de agosto para outubro, precisamos recalcular a rota e manter a preparação no nível que um Mundial exige. Os atletas ficaram quase dois meses sem competições grandes com essa mudança, mas, em conjunto com os clubes, construímos um caminho de preparação, passando pelo Troféu Brasil, que manteve os atletas em ritmo competitivo. Agora, estamos na fase final, encarando os principais adversários em treinamentos de campo internacionais. Acredito que a equipe chegará muito bem para esse Mundial", avaliou o gerente de Alto Rendimento da CBJ, Marcelo Teothonio, ao site da entidade.



O último Mundial foi em junho do ano passado, em Budapeste. O judô brasileiro conquistou três medalhas de bronze, sendo uma na disputa por equipes mistas e duas na categoria acima de 78 kg, com Beatriz Souza e Maria Suellen Altheman. O país, no entanto, persegue um ouro que não vem desde o título de Mayra na capital húngara, em 2017.



Confira os convocados para o Mundial



Seleção masculina



Até 60kg - Allan Kuwabara



Até 66kg - Willian Lima e Eric Takabatake



Até 73kg - Daniel Cargnin



Até 81kg - Guilherme Schimidt



Até 90kg - Rafael Macedo e Marcelo Gomes



Até 100kg - Rafael Buzacarini



Acima de 100kg - Rafael Silva e Juscelino Nascimento*



* Juscelino competirá somente na disputa por equipes.



Seleção feminina



Até 48kg - Amanda Lima



Até 52kg - Larissa Pimenta



Até 57kg - Rafaela Silva e Jéssica Lima



Até 63kg - Ketleyn Quadros



Até 70kg - Luana Carvalho e Maria Portela



Até 78kg - Mayra Aguiar



Acima de 78kg - Beatriz Souza



Material replicado do Agência Brasil via RSS



Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/esportes/noticia/2022-09/selecao-brasileira-de-judo-e-convocada-para-mundial-no-uzbequistao
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp