03/10/2022 às 21h39min - Atualizada em 04/10/2022 às 00h00min

Forças da Ucrânia avançam em duas frentes e cruzam linhas russas no sul

Kiev não deu muitos detalhes sobre áreas reconquistadas, mas até um comandante russo admitiu que há assentamentos que foram perdidos para os ucranianos.

G1 Mundo
https://g1.globo.com/mundo/ucrania-russia/noticia/2022/10/03/forcas-da-ucrania-avancam-em-duas-frentes-e-cruzam-linhas-russas-no-sul.ghtml


Kiev não deu muitos detalhes sobre áreas reconquistadas, mas até um comandante russo admitiu que há assentamentos que foram perdidos para os ucranianos. Ucrânia anuncia novas vitórias contra tropas invasoras
As forças ucranianas conseguiram seu maior avanço na região sul do país desde o início da guerra, rompendo as defesas russas e avançando rapidamente ao longo do rio Dnipro nesta segunda-feira (3), ameaçando as linhas de abastecimento de milhares de soldados russos.
Em um sinal de que a Ucrânia está ganhando força em duas frentes, a agência Reuters viu, a 300 km ao nordeste, colunas de veículos de tropas ucranianas se deslocando para reforçar o centro ferroviário de Lyman, retomado no fim de semana, e em direção um posto de parada para pressionar a região de Donbass.
Kiev deu poucas informações sobre os ganhos no sul, mas fontes russas reconheceram que as tropas ucranianas avançaram dezenas de quilômetros ao longo da margem oeste do rio, recapturando várias vilas ao longo do caminho.
O avanço reflete os recentes sucessos ucranianos no leste que mudaram a maré da guerra, mesmo quando Moscou tenta manter territórios ocupados ordenando uma nova mobilização e ameaçando com uma retaliação nuclear.
"A informação é tensa, vamos colocar dessa forma, porque sim, houve de fato avanços", disse Vladimir Saldo, o líder russo instalado em partes ocupadas da província de Kherson, na Ucrânia, à televisão estatal russa.
"Há um assentamento chamado Dudchany, bem ao longo do rio Dnipro, e ali mesmo, naquela região, houve um avanço. Há assentamentos ocupados por forças ucranianas", disse ele.
Dudchany fica a cerca de 30 km ao sul de onde a frente estava antes do avanço, indicando o avanço mais rápido da guerra até agora no sul, onde as forças russas foram colocadas em posições fortemente reforçadas ao longo de uma linha de frente principalmente estática desde as primeiras semanas da invasão.
Embora Kiev ainda não tenha reportado os desenvolvimentos, oficiais militares e regionais divulgaram alguns detalhes.
Soldados da 128ª Brigada de Assalto de Montanha da Ucrânia ergueram a bandeira azul e amarela do país em Myrolyubivka, uma vila entre a antiga frente de combate e o rio Dnipro, de acordo com um vídeo divulgado pelo Ministério da Defesa.
Anton Gerashchenko, um conselheiro do Ministério do Interior da Ucrânia, postou uma foto de soldados ucranianos posando com sua bandeira cobrindo uma estátua dourada de um anjo em uma vila que ele disse ser Mikhailivka, na margem do rio, cerca de 20 km além da frente anterior.
Serhiy Khlan, um membro do conselho regional de Kherson, também listou Osokorivka, Mykhailivka, Khreschenikvka e Zoloto Balka como aldeias recapturadas, ou onde tropas ucranianas foram fotografadas.
"Isso significa que nossas forças armadas estão se movendo poderosamente ao longo das margens do Dnipro, mais perto de Beryslav", disse ele.

Replicado material do portal G1 via RSS



Fonte: https://g1.globo.com/mundo/ucrania-russia/noticia/2022/10/03/forcas-da-ucrania-avancam-em-duas-frentes-e-cruzam-linhas-russas-no-sul.ghtml
Link
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp