03/10/2022 às 22h27min - Atualizada em 04/10/2022 às 00h00min

Relatório da OEA diz que 1º turno ocorreu com ordem e normalidade

Texto apontou a ocorrência de filas para votar em seções eleitorais de diversos estados. Missão da OEA continuará no Brasil para acompanhar o segundo turno.

Agência Brasil
https://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2022-10/relatorio-da-oea-diz-que-1o-turno-ocorreu-com-ordem-e-normalidade




A missão de observadores da Organização dos Estados Americanos (OEA) divulgou hoje (3) o relatório parcial do acompanhamento do primeiro turno das eleições. No documento, os observadores concluíram que as eleições ocorreram com ordem e normalidade. 



“A missão saúda ao povo do Brasil, que compareceu a votar ontem, domingo [2], para expressar sua vontade de maneira pacífica e democrática. Em um contexto de alta tensão e polarização, a cidadania brasileira demonstrou maturidade e compromisso cívico”, afirmou a entidade. 



No relatório, os observadores também apontaram os problemas encontrados pelos eleitores, que enfrentaram filas para votar em seções eleitorais de diversos estados. Foram visitadas 455 seções em 15 estados. 



Notícias relacionadas:

No relatório, os observadores também apontaram os problemas encontrados pelos eleitores, que enfrentaram filas para votar em seções eleitorais de diversos estados. Foram visitadas 455 seções em 15 estados. 



"Os observadores da OEA reportaram desde os centros de votação uma grande afluência de eleitores, a maior parte dos quais contava com informação sobre a localização de suas seções. Durante a tarde, 91% das seções observadas tinham longas filas de eleitores, alguns dos quais reportaram ter esperado por mais de duas horas para poder exercer o sufrágio”, afirmou a entidade. 



Ontem (2), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, disse que as filas podem ter sido causadas pelo acréscimo dos 7,5 milhões de eleitores que passaram a escolher um candidato e não votaram em branco ou nulo, a mudança que permitiu que o eleitor tenha um segundo a mais na tela de urna para confirmar o candidato de sua preferência antes de confirmar o voto e falhas no reconhecimento da leitura biométrica. 



Segundo o ministro, os problemas serão analisados para o segundo turno, que será realizado no dia 30 de outubro. 



A missão da OEA continuará no Brasil e também fará o trabalho de observação no segundo turno. 



A participação de observadores internacionais nas eleições, por meio de convite pelo TSE, foi utilizada em outros pleitos no país. Em 2018 e 2020, missões da OEA também acompanharam a realização da votação. 



Replicado material da Agência Brasil via RSS



Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2022-10/relatorio-da-oea-diz-que-1o-turno-ocorreu-com-ordem-e-normalidade
Link
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp