07/10/2022 às 21h54min - Atualizada em 08/10/2022 às 00h00min

Após plano para Rússia e Ucrânia, agora Elon Musk oferece proposta para resolver tensões entre China e Taiwan

Para empresário, problemas poderiam ser resolvidos se Taipei entregasse parte de seu controle a Pequim

G1 Mundo
https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/10/07/apos-plano-para-russia-e-ucrania-agora-elon-musk-oferece-proposta-para-resolver-tensoes-entre-china-e-taiwan.ghtml



Para empresário, problemas poderiam ser resolvidos se Taipei entregasse parte de seu controle a Pequim Elon Musk
REUTERS/Mike Blake
O bilionário Elon Musk, dias depois de falar sobre um possível acordo para encerrar a guerra entre Rússia e Ucrânia que atraiu críticas, sugeriu que as tensões entre China e Taiwan poderiam ser resolvidas entregando parte do controle de Taipei a Pequim.
"Minha recomendação seria encontrar uma zona administrativa especial para Taiwan que fosse razoavelmente palatável, provavelmente não deixaria todos felizes", disse Musk, a pessoa mais rica do mundo, ao jornal 'Financial Times', em entrevista publicada na sexta-feira (7). Musk fez as observações quando questionado pelo jornal sobre a China, onde sua empresa de carros elétricos, Tesla, opera uma grande fábrica.
Pequim considera Taiwan, que tem um governo democrático, como uma de suas províncias, e há muito promete trazer Taiwan para seu controle, e não descarta o uso da força para fazê-lo. O governo de Taiwan se opõe fortemente às reivindicações de soberania da China, e diz que apenas os 23 milhões de habitantes da ilha podem decidir seu futuro.
"E é possível, e acho que provavelmente, de fato, eles poderiam ter um acordo mais brando do que Hong Kong", disse Musk ao jornal.
A fábrica de Xangai foi responsável por cerca de metade das entregas globais da Tesla no ano passado. Musk também disse que a China buscou garantias de que ele não ofereceria o serviço de internet Starlink de sua empresa de foguetes SpaceX no país.
Musk disse que considera que o conflito em relação a Taiwan é inevitável e alertou sobre seu potencial impacto não apenas para a Tesla, mas também para a fabricante do iPhone, Apple Inc. e para a economia como um todo. A entrevista não detalhou essas observações.
No começo da semana, Musk propôs que a Ucrânia cedesse permanentemente a Crimeia à Rússia, e que novos referendos fossem realizados sob os auspícios da ONU para determinar o destino do território controlado pela Rússia, prevendo que a Ucrânia concorde com a neutralidade.
O empresário pediu aos usuários do Twitter que opinassem sobre seu plano, atraindo fortes críticas do presidente ucraniano Volodymyr Zelenskiy, que propôs sua própria pesquisa no Twitter: "Qual @elonmusk você gosta mais? Um que apóia a Ucrânia (ou) um que apóia a Rússia".

Replicado material do portal G1 via RSS



Fonte: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/10/07/apos-plano-para-russia-e-ucrania-agora-elon-musk-oferece-proposta-para-resolver-tensoes-entre-china-e-taiwan.ghtml
Link
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp