12/10/2022 às 20h17min - Atualizada em 13/10/2022 às 00h00min

Google aprova que rede Truth Social, de Donald Trump, apareça na Play Store

Truth Social foi lançada em fevereiro de 2022, um ano após ex-presidente dos EUA ser expulso de plataformas como Twitter e Facebook. Google Play Store exige sistemas para moderar mensagens compartilhadas pelos usuários.

G1 Mundo
https://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2022/10/12/google-aprova-que-rede-truth-social-de-donald-trump-apareca-na-play-store.ghtml



Truth Social foi lançada em fevereiro de 2022, um ano após ex-presidente dos EUA ser expulso de plataformas como Twitter e Facebook. Google Play Store exige sistemas para moderar mensagens compartilhadas pelos usuários. Ex-presidente dos EUA, Donald Trump
Carlos Barria/REUTERS
O Google aprovou o aplicativo de mídia social Truth Social, do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para distribuição na Google Play Store, disse um porta-voz da empresa nesta quarta-feira (12).
O Trump Media & Technology Group (TMTG), que opera o Truth Social, deve disponibilizar o aplicativo na Play Store em breve.
A rede Truth Social, lançada nos Estados Unidos na Apple App Store em fevereiro, não está disponível na Play Store porque para o Google ele tinha moderação de conteúdo insuficiente. O Google expressou preocupações à Truth Social sobre violações de suas políticas da Play Store que proíbem conteúdo como ameaças físicas e incitação à violência.
Sem as lojas do Google e da Apple, não há uma maneira fácil para a maioria dos usuários de smartphones baixar o Truth Social.
A Play Store do Google é a principal forma de os usuários de telefones Android nos Estados Unidos baixarem aplicativos. Os usuários do Android podem obter aplicativos em lojas concorrentes ou baixá-los diretamente de um site, embora geralmente exija etapas extras de instalação e permissões de segurança. O Truth Social sempre esteve disponível por esses meios, mesmo quando o Google o bloqueou na Play Store.
A Truth Social restaurou a presença de Trump nas mídias sociais mais de um ano depois que ele foi banido do Twitter Inc, Facebook e do YouTube após a invasão do Capitólio em janeiro de 2021, quando o ex-presidente foi acusado de postar mensagens incitando a violência.
O TMTG prometeu oferecer uma “experiência envolvente e livre de censura” no Truth Social, apelando para uma base que sente que suas opiniões sobre tópicos tão importantes, como o resultado da eleição presidencial de 2020, foram apagadas das principais plataformas de tecnologia.
O Google exigiu em agosto que a plataforma tivesse "sistemas eficazes para moderar o conteúdo gerado pelo usuário" para ser oferecido na loja de aplicativos.
WhatsApp vai deixar você esconder que está 'online'; veja como fazer
GUIA DO 5G: entenda o que vai mudar com a nova tecnologia
Lançada em fevereiro de 2022, a rede social de Trump está em dificuldades financeiras. Ela parou de pagar a RightForge, empresa que a hospeda, e deve US$ 1,6 milhão, segundo a Fox Business Network.
O Trump Media and Technology Group disse em agosto que recebeu cerca de US$ 15 milhões em financiamento adicional que lhe permitirá pagar suas contas até o final de abril do próximo ano.
Saiba como se proteger de golpes no WhatsApp
Golpes no Whatsapp: saiba como se proteger

Replicado material do portal G1 via RSS



Fonte: https://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2022/10/12/google-aprova-que-rede-truth-social-de-donald-trump-apareca-na-play-store.ghtml
Link
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp