15/10/2022 às 19h18min - Atualizada em 16/10/2022 às 00h00min

Incêndio começa em prisão com presos políticos e de dupla nacionalidade no Irã

Segundo judiciário do país, fogo começou após brigas entre detentos em oficina na prisão. Testemunhas relataram ter ouvido tiros.

G1 Mundo
https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/10/15/incendio-comeca-em-prisao-com-presos-politicos-e-de-dupla-nacionalidade-no-ira.ghtml



Segundo judiciário do país, fogo começou após brigas entre detentos em oficina na prisão. Testemunhas relataram ter ouvido tiros. Incêndio começa em prisão com presos políticos e de dupla nacionalidade no Irã
REUTERS
Nesta sábado (15), um incêndio começou na prisão de Evin, em Teerã, no Irã, onde muitos presos políticos e de dupla nacionalidade estão detidos. Testemunhas relataram ter ouvido tiros.
A agência de notícias estatal Irna disse que oito pessoas ficaram feridas nos distúrbios, que eclodiram após quase um mês de protestos em todo o Irã pela morte de Mahsa Amini, uma iraniana curda de 22 anos. A população tem se manifestado, inclusive, contra o Aiatolá Ali Khamenei, Líder Supremo do Irã.
Segundo um comunicado do judiciário do país, uma oficina na prisão foi incendiada "depois de uma briga entre vários prisioneiros condenados por crimes financeiros e roubo". O corpo de bombeiros de Teerã disse à mídia estatal que a causa do incidente está sob investigação.
"As estradas que levam à prisão de Evin foram fechadas ao trânsito. Há muitas ambulâncias aqui", disse uma testemunha contatada pela Reuters. "Ainda assim, podemos ouvir tiros."
Outra testemunha disse que famílias de prisioneiros se reuniram em frente à entrada principal da prisão. "Eu posso ver fogo e fumaça. Muitas forças especiais", afirmou.
Um oficial de segurança disse que a calma havia sido restaurada na prisão, mas uma das testemunhas afirmou que as sirenes das ambulâncias ainda podiam ser ouvidas e a fumaça ainda pairava sobre a prisão. "Pessoas de prédios próximos estão cantando 'Morte a Khamenei' de suas janelas", relatou.
A prisão mantém principalmente detidos que enfrentam acusações de segurança, incluindo iranianos com dupla nacionalidade. A Human Rights Watch acusa as autoridades da penitenciária de ameaçar torturar e de prender as pessoas por tempo indeterminado, além de conduzir longos interrogatórios e de negar assistência médica aos detentos.
"Nenhum prisioneiro de segurança [político] esteve envolvido no confronto de hoje entre prisioneiros, e basicamente a ala para detentos de segurança é separada e longe das alas para ladrões e condenados por crimes financeiros", disse um funcionário não identificado à agência de notícias Tasnim.

Replicado material do portal G1 via RSS



Fonte: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2022/10/15/incendio-comeca-em-prisao-com-presos-politicos-e-de-dupla-nacionalidade-no-ira.ghtml
Link
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp