MENU

06/03/2020 às 11h36min - Atualizada em 16/08/2020 às 00h00min

Inscrições abertas para oficinas gratuitas de karatê e taekwondo

Oferecido pelo Instituto Olga Kos, projeto Esporte é Inclusão II conta com 60 vagas para jovens de São Paulo

DINO
http://www.institutoolgakos.org.br

O Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK) está com inscrições abertas para o projeto Esporte é Inclusão II. Trata-se de oficinas de taekwondo e karatê oferecidas gratuitamente no contraturno escolar no CEU Campo Limpo e na Casa do Cristo Redentor. São 60 vagas para jovens de sete a 17 anos com e sem deficiência intelectual em situação de vulnerabilidade social. O projeto, incentivado pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONDECA), dura um ano e conta com uma equipe multidisciplinar que envolve, entre outros profissionais, fisioterapeutas, psicólogos e educadores físicos.

Algumas deficiências, como a síndrome de Down, podem causar cardiopatia, espaçamento na coluna vertebral e redução da força muscular. A prevalência de obesidade também é maior do que na média da população.

Assim, além de aspectos físicos e motores, as oficinas de karatê e taekwondo trabalham a consciência corporal, a interação social e a participação da família no processo de inclusão social. A prática das artes marciais também beneficia os indivíduos em aspectos comportamentais como respeito e disciplina.

Ao oferecer essas atividades esportivas o IOK estimula o desenvolvimento motor e amplia os canais de comunicação e expressão das pessoas com deficiência. “A prática esportiva beneficia não somente o corpo e a qualidade de vida, mas, também, a capacidade emocional, cognitiva e social do indivíduo”, afirma Caetano Altenfelder, coordenador do departamento de esportes do Instituto Olga Kos (IOK).

Alguns pontos podem facilitar a prática de atividade física. O conhecimento sobre os benefícios da atividade, uma atitude positiva em relação à prática e o desejo de ser bem sucedido são alguns deles. O apoio da família e a possibilidade de contar com profissionais capacitados também influenciam.

Fundado em 2007, em São Paulo (SP), o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK) atende cerca de 3 mil pessoas entre crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual. Parte das vagas dos projetos é destinada a pessoas sem deficiência que se encontram em situação de vulnerabilidade social e residem em regiões próximas aos 40 locais onde as oficinas são realizadas na capital paulista. Desta forma, pretende-se possibilitar uma maior interação entre pessoas com e sem deficiência.

Saiba mais em www.institutoolgakos.org.br

 

Serviço


As inscrições podem ser feitas nos locais das oficinas


Casa do Cristo Redentor (Karatê)
Rua Agrimensor Sugaya, 986, Itaquera
Tel.: (11) 3058-6211
Segundas e Quartas das 9h às 10h e das 13h30 às 14h30



CEU CAMPO LIMPO (Taekwondo)
Avenida Carlos Lacerda, 678, Campo Limpo
Tel.: (11) 5843-4800
Terças e Quintas das 10h às 11h e das 12h30 às 13h30

 

 

 

 



Website: http://www.institutoolgakos.org.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp