MENU

20/08/2020 às 19h37min - Atualizada em 20/08/2020 às 19h37min

​Tempestade em Jacarezinho pode ter sido microexplosão, segundo SIMEPAR

As microexplosões são parecidas com tornados

Jivago França - PortalJNN
Divulgação / Whatsapp JNN
A tempestade que atingiu a cidade de Jacarezinho na manhã desta quarta-feira (19) pode ter sido uma microexplosão, de acordo com informações de meteorologista do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná – SIMEPAR.

A estação meteorológica do SIMEPAR instalada em Cambará, a mais próxima de Jacarezinho, registrou no momento da tempestade na cidade, por volta das 8 horas desta quarta (19), rajadas de vento de 63 quilômetros por hora.

Mas segundo a meteorologista Ana Beatriz Porto da Silva explicou com exclusividade ao JNN, provavelmente as rajadas de ventos que atingiram Jacarezinho foram muito superiores a isto devido a distância dos medidores e a concentração do fenômeno na cidade.
 
Ana Beatriz destacou que é muito improvável que tenha acontecido um ciclone na cidade, mas que pode ter sido uma microexplosão. Ela não descartou nem a possibilidade de ter ocorrido um pequeno tornado. Segundo ela, sem analisar dados técnicos não seria possível avaliar exatamente qual fenômeno ocorreu.

As microexplosões são parecidas com tornados. Geralmente são nuvens carregadas de ar, água, granizo e acompanhada de ventos intensos que podem atingir até 120 km/h.

Elas acontecem quando uma forte rajada de vento sai da base da nuvem em direção ao solo, provocando um forte estouro que deixa quase uma linha reta de destruição, especialmente árvores tombadas para o mesmo lado.

Apesar de serem originados do mesmo tipo de nuvem, a diferença entre os dois fenômenos está na assinatura que deixam no solo. Assim, o tornado deixa o local muito mais desordenado do que a microexplosão.

Segundo especialistas, não é possível prever qual dos dois fenômenos causam maior destruição, já que ambos dependem da velocidade, que deve ser acima de 100 km/h, e de quanto tempo duram.

Temperaturas

A meteorologista Ana Beatriz do SIMEPAR explicou que não há previsão de novas tempestades para região, mas as temperaturas devem cair até sábado (22). Para esta sexta-feira (21) a mínima deve ser de 8ºC e a máxima de 15ºC com 7.3 mm de precipitação acumulada e 97% de probabilidade de ocorrência de chuva. As rajadas de vento podem chegar aos 41 km/h.

Já no sábado (22) deve ser o dia mais frio. A mínima deverá ser de 6ºC e a máxima de 20ºC. Segundo o SIMEPAR, não há previsão de chuva e as rajadas de vento podem chegar aos 53 quilômetros por hora. No domingo (23) as temperaturas começam a subir. Os termômetros devem registrar mínima de 9ºC e máxima de 23ºC, sem previsão de chuva e com rajadas de ventos de até 58 km/h.
 
É proibida a cópia ou reprodução total ou parcial dos artigos do PortalJNN bem como de suas imagens sem autorização por escrito. O conteúdo do PortalJNN é protegido pela Lei de Direitos Autorais (nº 9610/98).

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp