MENU

24/08/2020 às 19h13min - Atualizada em 25/08/2020 às 00h03min

Mesmo em pandemia, empresa amplia investimento em marketing e comunicação

A empresa FreeCô aumenta a presença de seus produtos, investindo na comunicação e em campanhas, trazendo resultados ainda que durante a pandemia.

DINO

A pandemia de covid-19 e a determinação da quarentena no país obrigaram as empresas a readequarem a comunicação de suas campanhas e, em muitos casos, congelarem os investimentos em marketing. Já a FreeCô, primeiro bloqueador de odores sanitários do país, faz o caminho inverso e amplia a presença de seus produtos.

Em julho, a empresa lança duas campanhas: uma para o bloqueador de odores sanitários e outra para o Free Wipes, lenços umedecidos antissépticos que substituem o álcool em gel na higienização de mãos e superfícies. O objetivo é reforçar que ambos são itens essenciais durante o isolamento social.

Os números comprovam essa mensagem. O faturamento esperado para 2020 é de R$ 30 milhões. Apenas em junho houve aumento de 25% na venda de seus produtos na comparação com maio - que, por sua vez, já tinha sido 13% superior em relação a abril. Apenas o Free Wipes conseguiu um incremento de 30.000%, passando de 10 mil unidades vendidas em fevereiro para uma média de 3 milhões de unidades mensais.

Dessa forma, além de investir em comunicação, a FreeCô abriu novos canais de vendas on-line. Embora os itens sejam encontrados em farmácias e supermercados de todo o país, a empresa fortaleceu seu e-commerce com descontos e ações de frete grátis, além de começar a atuar nos principais marketplaces do país.

"Tanto o FreeCô quanto o Free Wipes se revelaram itens essenciais para as famílias brasileiras em meio à pandemia de covid-19. Eles oferecem ao mesmo tempo higienização e bem-estar, contribuindo para a prevenção do contágio e valorizando o ambiente familiar durante a quarentena", explica Rafael Nasser, sócio-fundador da FreeCô.

Por conta disso, as campanhas atuam em diferentes frentes. Há investimento em mídias outdoor, como relógios e abrigos de ônibus, em táxis e Uber; anúncios em emissoras de televisão, atuação em Relações Públicas e afiliados, utilização de influencers e anúncios digitais em redes sociais e Google.

O investimento em comunicação está no DNA da FreeCô desde seu lançamento, em 2015. Uma das dificuldades da empresa era quebrar o tabu que existia sobre o assunto. A estratégia para superar esse obstáculo consistiu em campanhas com abordagem leve e humor, bem como aposta em influencers para posicionar o tema.

Investir em comunicação e marketing no meio da pandemia de covid-19 requer planejamento e cautela. Pesquisa da IAB Brasil com a Nielsen mostra que praticamente a metade dos profissionais da área (48%) acredita que o investimento publicitário vai ser afetado. Além disso, 89% dos anunciantes admitiram mudanças a curto prazo em suas campanhas.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp