24/01/2023 às 22h53min - Atualizada em 25/01/2023 às 00h04min

Mais dois suspeitos são detidos por envolvimento no assassinato de família do DF

Três suspeitos já estavam preso e Polícia Civil do DF trabalha com a hipótese de um quarto suspeito

Jovem Pan
https://jovempan.com.br/noticias/brasil/mais-dois-suspeitos-sao-detidos-por-envolvimento-no-assassinato-de-familia-do-df.html


Mais dois suspeitos por envolvimento no assassinato de uma família do Distrito Federal (DF) foram detidos na noite desta terça-feira, 24, em um apartamento, no Itapoã. Um deles é adolescente, de 17 anos. De acordo com a Polícia Militar do DF, que realizou a ação, o menor apreendido confessou ter recebido R$ 2 mil e que depois ganharia mais R$ 3 mil de outros suspeitos para ajudar no cometimento dos assassinatos. Contudo, ele não disse quem seria os comparsas e quais vítimas teria matado. Por outro lado, o segundo suspeito preso negou qualquer tipo de envolvimento na chacina e alegou que estaria apenas na companhia do adolescente na hora que os policiais deram voz de prisão. Ambos foram levados para a 6ª Delegacia de Polícia, no Paranoá, onde o caso é investigado. Outros três suspeitos já estavam presos por envolvimento no crime. São eles: Horácio Carlos Ferreira Barbosa, de 49 anos, Gideon Batista de Menezes, de 55 anos, e Fabrício Silva Canhedo, de 34 anos. Um quarto suspeito segue foragido. A Polícia Civil do DF  localizou impressões digitais de Carlomam dos Santos Nogueira, de 26 anos, no cativeiro e no carro de uma das vítimas. Mais cedo, nesta terça-feira, a Polícia Civil, desta vez de Minas Gerais, identificou na tarde desta terça-feira, 24, mais dois corpos da família vítima de um assassinato no Distrito Federal. Os cadáveres, que foram encontrados carbonizados em um carro localizado no município mineiro de Unaí, em 14 de janeiro, são de Renata Juliene Belchior e de sua filha, Gabriela Belchior de Oliveira, que são sogra e cunhada da cabeleireira Elizamar Silva, respectivamente. No início da tarde desta terça-feira, outros dois corpos da família foram identificados pela Polícia Civil do Distrito Federal. Dos três cadáveres encontrados nesta madrugada, dentro de uma cisterna, em Planaltina, dois deles são de Thiago Gabriel Belchior, marido da cabeleireira, e de Cláudia Regina Marques Oliveira. O outro corpo é analisado pela polícia científica para ser identificado. A polícia acredita que seja de Ana Beatriz Marques de Oliveira – agora a única desaparecida, que é filha de Cláudia e de Marcos Antônio Lopes de Oliveira, sogro da cabeleireira. Ao todo, dez pessoas da mesma família desapareceram. A polícia localizou dez corpos. No entanto, até o momento, nove foram identificados. O primeiro cadáver a ser reconhecido foi de Marcos Antônio. Na última quinta-feira, 19, a Polícia Civil confirmou que o sétimo corpo encontrado na quarta-feira, 18, também em Planaltina, era do sogro da cabeleireira. Marcos Antônio era apontado como um dos mandantes de assassinar toda a família. No entanto, o delegado Ricardo Viana, da 6ª Delegacia de Polícia, no Paranoá, que é responsável pelo caso, disse que essa hipótese perdeu força após a localização do corpo. Agora, a polícia trabalha com a possibilidade do crime ter sido motivado por dinheiro. De acordo com a corporação, duas mulheres da família venderam imóveis recentemente e Elizamar havia recebido empréstimo, também há pouco tempo, de R$ 100 mil para investir em um salão de beleza que abriu em Brasília. A quantia das três vítimas seriam os alvos dos criminosos.

Entenda o caso

O caso começou quando Elizamar Silva desapareceu junto com os seus três filhos – Gabriel, de 7 anos, e os gêmeos Rafael e Rafaela, ambos de 6 anos – em 12 de janeiro. Ela era casada havia dez anos com Thiago Gabriel Belchior de Oliveira, filho de Marcos Antônio. Além disso, a moradora de Santa Maria, no DF, era mãe de um rapaz, de 24 anos, e de uma outra jovem, de 18 anos, que comunicaram a polícia sobre o desaparecimento da cabeleireira. De acordo com testemunhas, no dia em que Elizamar foi vista pela última vez, Thiago comentou que tinha brigado com a esposa, que teria saído com os três filhos.

No entanto, um dia depois, 13 de janeiro, o carro da cabeleireira foi localizado carbonizado, com quatro corpos dentro. Na tarde da última quinta-feira, 19, a polícia confirmou que os corpos são de Elizamar e dos três filhos. Já em 14 de janeiro as autoridades encontraram o carro de Marcos Antônio, também carbonizado, com outros dois corpos dentro. Na tarde desta terça-feira, as vítimas foram identificadas e são elas: Renata Juliene Belchior e de Gabriela Belchior de Oliveira.

Prisão

Na última terça-feira, 17, três suspeitos foram presos por envolvimento no crime. São eles: Horácio Carlos Ferreira Barbosa, de 49 anos, Gideon Batista de Menezes, de 55 anos, e Fabrício Silva Canhedo, de 34 anos. Já na noite desta terça-feira, mais dois suspeitos foram detidos. Um deles é adolescente, de 17 anos. Um quarto suspeito segue foragido. A Polícia Civil do DF  localizou impressões digitais de Carlomam dos Santos Nogueira, de 26 anos, no cativeiro e no carro de uma das vítimas.

Após investigações, a Polícia Civil acredita que o crime teria sido motivado por dinheiro. Isso porque Elizamar tinha R$ 100 mil que conseguiu de um empréstimo para investir no salão de beleza que abriu na Asa Norte, em Brasília. Já Renata Juliene Belchior, de 52 anos, mãe de Thiago e esposa de Marcos Antônio, tinha R$ 400 mil, pela venda de uma casa em Santa Maria, no DF. Os investigadores descobriram ainda que a ex-esposa de Marcos Antônio, Cláudia Regina, também tinha vendido um imóvel, em dezembro do ano passado. O dinheiro das três mulheres seriam os alvos dos criminosos.

  • Marcos Antônio Lopes de Oliveira, 54 anos: Sogro da primeira pessoa a desaparecer, a cabeleireira Elizamar Silva, ele foi casado com Renata Juliene Belchior, com quem teve dois filhos: Thiago Gabriel Belchior de Oliveira e Gabriela Belchior de Oliveira. Ele também foi casado com Cláudia Regina Marques de Oliveira, com quem teve Ana Beatriz Marques de Oliveira. De acordo com a polícia, Marcos Antônio era apontado como um dos mandantes de assassinar toda a família. No entanto, a hipótese perdeu força após a localização do corpo dele.
  • Elizamar Silva, 39 anos: Cabeleireira é esposa de Thiago Gabriel Belchior de Oliveira, com quem teve três filhos: Gabriel, de 7 anos, e os gêmeos Rafael e Rafaela, de 6 anos.
  •  Thiago Gabriel, 30 anos: Esposo de Elizamar, com quem teve os filhos Gabriel e os gêmeos Rafael e Rafaela. Ele é filho de Marcos Antônio e de Renata Juliene Belchior. Thiago também é irmão de Gabriela Belchior. Assim como Marcos Antônio, ele também foi apontado pelos suspeitos como um dos mandantes de assassinar toda a família.
  • Gabriel da Silva, 7 anos: Filho de Elizamar e Thiago Gabriel, além de irmão dos gêmeos Rafael e Rafaela.
  • Rafael, 6 anos: Filho de Elizamar e Thiago Gabriel e irmão gêmeo de Rafaela, além de ser irmão de Gabriel.
  • Rafaela, 6 anos: Filha de Elizamar e Thiago Gabriel, irmã gêmea de Rafael, além de ser irmã de Gabriel.
  • Renata Juliene Belchior, 52 anos: Sogra de Elizamar, foi casada com Marcos Antônio, com quem teve Thiago Gabriel e Gabriela Belchior.
  • Gabriela Belchior, 25 anos: Cunhada de Elizamar, é irmã de Thiago Gabriel e filha de Marcos Antônio e de Renata Belchior.
  • Cláudia Regina Marques de Oliveira: É ex-esposa de Marcos Antônio, com quem teve Ana Beatriz Marques de Oliveira.
  • Ana Beatriz Marques de Oliveira: Filha de Marcos Antônio e de Cláudia Regina Marques de Oliveira.

Desaparecida

Por mais que um corpo ainda não foi identificado, segue desaparecida, oficialmente, Ana Beatriz Marques de Oliveira.

Replicado material da rede Jovem Pan via RSS



Fonte: https://jovempan.com.br/noticias/brasil/mais-dois-suspeitos-sao-detidos-por-envolvimento-no-assassinato-de-familia-do-df.html
Link
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp