MENU

18/09/2020 às 15h25min - Atualizada em 18/09/2020 às 15h25min

Cadeia de Cornélio Procópio é adaptada para receber presos com Covid-19

Rafael Machado - Grupo Folha
Divulgação/Pref. de Cornélio Procópio
A cadeia pública de Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro, foi escolhida após reuniões entre as secretarias estaduais de Saúde e Segurança Pública para abrigar presos infectados com o coronavírus. A área atendida contempla os 21 municípios da 18ª Regional de Saúde.

Conforme o acordo, quando detentos de qualquer presídio dessas cidades testam positivo para a Covid-19, automaticamente são transferidos, onde são submetidos a uma espécie de quarentena.

De acordo com o diretor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Cornélio, Yago Pereira, a carceragem foi escolhida porque é a maior da região. "É a única que possui condições em ter uma cela específica para os casos positivos. Temos uma equipe médica de prontidão. Quando somos acionados, encaminhamos os pacientes para uma unidade básica ou hospital para o tratamento adequado. Caso dê negativo e essa pessoa não tenha sintomas, ela pode voltar às atividades normais da prisão em até 72 horas. Se der positivo, todos são testados para sabermos quem foi contaminado", explicou.

Se o quadro de saúde piorar e eles necessitarem de internação, o protocolo da Sesa (Secretaria Estadual de Saúde) é transferi-los para Londrina. Na semana passada, 14 detentos de Cambará com Covid-19 foram encaminhados para Cornélio Procópio.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp