MENU

25/09/2020 às 16h41min - Atualizada em 25/09/2020 às 16h41min

Laudo aponta negligência em desabamento de barracão que matou jacarezinhense em Arapongas

Polícia Civil da cidade investiga situação como homicídio culposo

Jivago França - PortalJNN
Divulgação - Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas - BPMOA
O laudo da perídia do Instituto de Criminalística sobre o desabamento de um barracão em uma granja localizada na Colônia Esperança, em Arapongas, que matou o trabalhador Felipe Augusto Cesário da Silva de 22 anos, morador de Jacarezinho no dia 12 de julho, concliu como negligência.

Segundo o documento, todos os pilares do barracão já estavam instalados, mas as estruturas que deviam sustentar as telhas estavam mal posicionadas e sem parafusos. Ainda segundo o laudo, essa seria uma estratégia usada para acelerar a execução da obra, mas que a qualquer movimentação da estrutura da cobertura, poderia resultar no desabamento parcial de alguns componentes, o que aconteceu.

De acordo com o site TNOnline, o laudo aponta ainda que houve a ausência de supervisão técnica adequada e uso de equipamentos de proteção individual. Ainda segundo o site, o documento já foi entregue para a Polícia Civil de Arapongas, que investiga a situação como homicídio culposo por negligencia, imprudência ou imperícia. A pena é de 3 anos de reclusão.

O jacarezinhense Felipe Augusto Cesário da Silva de 22 anos trabalhava no local quando o teto desabou. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local conforme informações do site TNOnline. Outros dois trabalhadores também ficaram feridos durante o desabamento. Os três trabalhavam na construção do imóvel quando o teto não resistiu e cedeu.
 
É proibida a cópia ou reprodução total ou parcial dos artigos do PortalJNN bem como de suas imagens sem autorização por escrito. O conteúdo do PortalJNN é protegido pela Lei de Direitos Autorais (nº 9610/98).
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp