MENU

08/10/2020 às 16h07min - Atualizada em 11/10/2020 às 00h03min

Festival de Luzes de São Paulo destaca obra da VJ Elka Andrello, na Avenida Paulista

Festival de Luzes de São Paulo, apresenta a videoinstalação “Tudo se transforma o tempo todo”, criada por Elka Andrello, artista da primeira geração de mulheres VJs do Brasil. Será exibida no Edifício Anchieta, na Avenida Paulista, entre a Rua da Consolação e a Av. Angélica, das 19h às 23:59h de 10 a 12 de outubro.

DINO
https://www.instagram.com/luzes.sp/?hl=pt-br

Em sua segunda semana (10 a 12/9), o Festival de Luzes de São Paulo, apresenta a videoinstalação "Tudo se transforma o tempo todo", criada por Elka Andrello, artista da primeira geração de mulheres VJs do Brasil. Será exibida no Edifício Anchieta, na Avenida Paulista, entre a Rua da Consolação e a Av. Angélica, das 19h às 23:59h.

Como falar de temas como sustentabilidade e reciclagem para conscientizar a população e ser divertido ao mesmo tempo? Esse é o desafio da obra apresentada com o tema da economia circular, com patrocínio da Braskem e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa por meio do ProAc. A atração se articula com a programação da Virada Sustentável.

Reencarnação dos objetos
A criação da VJ se deu a partir de objetos que fazem parte do imaginário e da memória das pessoas, como uma boneca, uma cadeira e uma garrafa. "Os objetos já têm uma poesia. Nesse stop motion, eles ganham vida, se reciclam e se transformam como se tivessem várias encarnações. É a impermanência. É uma dança, em que tudo é colorido e tem significado", conta Elka.
Segundo Alexis Anastasiou, idealizador do Festival de Luzes de São Paulo, este ano a programação assume a discussão de temas importantes para a sociedade, como Economia Circular, Consumo Consciente, Inclusão digital e Valorização do Espaço Público com Remix de Monumentos. "Em meio a essa crise de saúde, que é também de sustentabilidade, a arte no espaço público não pode ficar desconectada da nossa realidade e pairar abstratamente acima dos nossos problemas", afirma.

Legado feminino
Elka Andrello já realizou trabalhos com Gaby Amarantos e Alok e acompanha o rapper e poeta Rincon Sapiência em suas turnês. É a responsável pelos visuais do WME - Women’s Music Event, primeiro festival que premia as mulheres na indústria da música, e cria projetos especiais para marcas, como Nike, Marvel, Disney e NBA. Tem como marca em seus trabalhos a delicadeza e a valorização do legado feminino nas artes.

"Tudo se transforma o tempo todo" é uma realização da Braskem e da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (ProAC) e uma produção da Visualfarm.

"O desenvolvimento sustentável é parte do DNA da Braskem e consideramos importante apoiar projetos como o Festival de Luzes que, este ano, irá abordar temas relevantes para a sociedade, como a Economia Circular. O engajamento das pessoas para refletir sobre consumo consciente e descarte adequado de resíduos é fundamental para promovermos uma transformação social de valor. A arte nos ajuda a disseminar essa mensagem e a estimular o olhar de como nossas ações do dia a dia são importantes para o coletivo", avalia a diretora de Marketing e Comunicação Corporativa da Braskem, Ana Laura Sivieri.
A programação do Festival de Luzes de São Paulo #FLSP é toda gratuita, segue até 8 de novembro e será divulgada em etapas. Todas as interações poderão ser vistas nos locais de realização ou acompanhadas ao vivo pelo Instagram @luzes.sp .

Elka Andrello
VJ e diretora de vídeo, Elka Andrello trabalhou no departamento de jornalismo, dirigiu programa especiais na MTV Brasil e foi premiada no MIS (Museu da Imagem e Som), com o videoclipe Drum Rhodes. Foi produtora executiva dos documentários Red Bull Music Academy São Paulo e São Paulo Retratos do Mundo. Idealizou e escreveu a "Coluna Social" no jornal Folha de S. Paulo, que por dois anos levou celebridades para colaborar com projetos sociais nas periferias. Criou o vídeo remix do filme Nina, adaptação do clássico Crime e Castigo, de Dostoievski, dirigido por Heitor Dhalia. Trabalhou como correspondente internacional na Ásia, em lugares como na Índia, Tailândia e Nepal, de onde publicou o blog na revista TPM Tashi Delek com videocasts, textos e fotos, escreveu artigos para a revista TPM e Status e dirigiu vídeos para a ESPN Brasil. De volta ao Brasil, criou vídeos de branded content para projetos especiais da TRIP. Atualmente mora em São Paulo, onde concilia o trabalho de diretora de vídeo com o de VJ na criação videoinstalações e videomapping para fins comerciais e artísticos.

Festival de Luzes de São Paulo #FLSP
Até 8 de novembro de 2020
Idealização: Alexis Anastasiou
Realização: Visualfarm
Obra: Tudo se transforma o tempo todo (videoinstalação em stop motion)

Tema: Economia Circular
Artista: VJ Elka Andrello
Apresentações: 10 a 12/9, das 19h às 23:59h
Local: Edifício Anchieta, Avenida Paulista, 2584 (entre a Angélica e a Consolação)
Patrocínio: Braskem e Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (ProAC)
Instagram oficial: @luzes.sp

Próximas etapas:
Em função da pandemia e dos necessários protocolos de segurança que correspondem às fases de sua evolução, tanto patrocinadores quanto órgãos públicos estão atuando de forma cautelosa em relação às liberações dos eventos, que seguem até novembro e poderão sofrer alterações.

VOICE COMUNICAÇÃO
Atendimento: Luciana Gonçalves (lucianagoncalves.voice@gmail.com)
Cel.: 11 95134 9665



Website: https://www.instagram.com/luzes.sp/?hl=pt-br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp