MENU

19/10/2020 às 12h55min - Atualizada em 20/10/2020 às 00h00min

Caixa e CNI firmam acordo para facilitar acesso a crédito para micro e pequenas indústrias

Altas taxas de juros e demora para aprovação do crédito são um dos empecilhos que dificultam a liberação de valores para as empresas

SALA DA NOTÍCIA Gabriela Mercês Andrade
 

A Caixa Econômica Federal e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) anunciaram recentemente que fizeram um acordo para facilitar o acesso ao crédito para micro e pequenas indústrias. Segundo as entidades, os juros podem ser até 28% menores que a taxa balcão e ainda há a possibilidade de carência de até 60 meses para pagamento. As empresas poderão utilizar o valor para capital de giro e compra de máquinas e equipamentos industriais.

A indústria foi um dos setores mais afetados pela pandemia provocada pelo coronavírus.  Um levantamento feito pelo Sebrae em parceria com a FGV apontou que 6,7% das micro e pequenas empresas solicitaram crédito entre abril e junho, no entanto,  apenas 1 a cada 7 negócios conseguiram, representando cerca de 16%.

Nos primeiros meses da pandemia, houve um declínio do setor industrial que fez o número de produtividade da indústria cair muito, principalmente, no setor automotivo. Já o setor de bens de capital, está operando com uma capacidade muito abaixo do esperado, devido a falta de previsibilidade do futuro”, comenta Paulo Castelo Branco, economista e presidente-executivo da Abimei (Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais).

A dificuldade de acesso ao crédito é o que preocupa os empresários.  “As altas taxas praticados  no Brasil  e  a demora na análise para liberação dos valores, se tornam um empecilho para quem busca no crédito uma forma de salvar o negócio e garantir o capital de giro”, explica o presidente executivo da Abimei.

De acordo com o economista, ainda não é possível fazer uma análise mais detalhada sobre como serão os próximos quatro meses, devido às incertezas em relação à economia e retomada das atividades na indústria. “Mesmo com a volta gradativa de alguns setores, a confiança dos empresários ainda está baixa em relação a recuperação do setor industrial”, comenta.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp