MENU

23/10/2020 às 12h09min - Atualizada em 23/10/2020 às 12h09min

Reserva Natural Salto Morato reabre para o público neste final de semana

Seguindo protocolo para o Covid-19, turistas poderão explorar as trilhas da Mata Atlântica e visitar cachoeira de quase 100 metros de altura em área reconhecida pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade

Assessoria
Divulgação
A Reserva Natural Salto Morato, mantida pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza em Guaraqueçaba (PR), foi reaberta no sábado (10) com a adoção de protocolos de segurança e saúde pública em razão do coronavírus. Fechada desde março para o público, a unidade de conservação voltou a receber turistas de maneira controlada, somente com visitas agendadas e seguindo as orientações de autoridades municipais, estaduais e federais.

“O turismo é um setor importante para o município e muitas pessoas dependem da renda gerada por essa atividade para a sua sobrevivência. Diante da retomada das atividades em outras unidades de conservação e seguindo uma série de cuidados previstos pelas autoridades, podemos voltar a oferecer experiências para os visitantes, sempre de forma gradual e preservando a saúde dos colaboradores, da população de Guaraqueçaba e dos próprios turistas”, explica a coordenadora de Áreas Protegidas da Fundação Grupo Boticário, Marion Silva. Localizada em um território reconhecido pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade, a reserva tem 2.253 hectares e está inserida na Grande Reserva Mata Atlântica, o maior remanescente contínuo do bioma no Brasil

O protocolo desenvolvido para Salto Morato segue quatro ondas – vermelha, laranja, amarela e verde – que determinam a quantidade de visitantes e grupos diários permitidos, os dias de funcionamento e os serviços disponíveis para o visitante. A fase iniciada a partir deste sábado é a laranja. “Com este protocolo, queremos fazer com a que a nossa reserva seja um ambiente seguro para todos, minimizando as chances de transmissão do coronavírus. Estamos seguindo normativas rigorosas de higiene sanitária, com limpeza frequente de nossas estruturas”, reforça Marion.

As trilhas que levam à cachoeira de cerca de 100 metros de altura que dá nome à reserva e à figueira centenária que cria uma ponte viva sobre o Rio do Engenho voltarão a receber turistas. A entrada no reserva será limitada a 20 pessoas por dia e, no caso de grupos, será respeitado o distanciamento de no mínimo dez metros. A entrada de idosos e gestantes ainda não será permitida, sendo liberada somente a partir da fase amarela.

Medidas de segurança

Pelo novo protocolo de visitação de Salto Morato, todos os visitantes e colaboradores terão a temperatura aferida na entrada da reserva, o uso de máscara será obrigatório e cada pessoa deverá carregar consigo itens de uso pessoal durante o passeio, como álcool em gel e copo ou garrafa individual. Neste momento, a lanchonete da reserva encontra-se fechada. Além disso, a entrada e distribuição de grupos nas trilhas deverá respeitar intervalos de tempo e distanciamentos mínimos. Quem apresentar temperatura acima de 37,5 graus, e/ou outro sintoma de Covid-19, não poderá entrar em Salto Morato e será reportado à Secretaria Municipal de Saúde.

Serviço
Reabertura da Reserva Natural Salto Morato
A partir de 10/10/2020, com acesso controlado, somente com visitas agendadas e seguindo protocolo de segurança e saúde.
Funcionamento de quinta-feira a domingo e feriados, das 8h30 às 16 horas.
Uso de máscara obrigatório. A entrada de idosos e gestantes ainda não é permitida.
Agendamento de visitas pelo whatsapp (41) 98827-4134.
Localização: Rodovia PR-405, Comunidade Morato, Guaraqueçaba (PR)

Foto: José Paiva/Fundação Grupo Boticário

Sobre a Fundação Grupo Boticário
Com 30 anos de história, a Fundação Grupo Boticário é uma das principais fundações empresariais do Brasil que atuam para proteger a natureza brasileira. A instituição atua para que a conservação da biodiversidade seja priorizada nos negócios e em políticas públicas e apoia ações que aproximem diferentes atores e mecanismos em busca de soluções para os principais desafios ambientais, sociais e econômicos. Protege duas áreas de Mata Atlântica e Cerrado – os biomas mais ameaçados do Brasil –, somando 11 mil hectares, o equivalente a 70 Parques do Ibirapuera. Com mais de 1,2 milhão de seguidores nas redes sociais, busca também aproximar a natureza do cotidiano das pessoas. A Fundação é fruto da inspiração de Miguel Krigsner, fundador de O Boticário e atual presidente do Conselho de Administração do Grupo Boticário. A instituição foi criada em 1990, dois anos antes da Rio-92 ou Cúpula da Terra, evento que foi um marco para a conservação ambiental mundial.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp