MENU

01/12/2020 às 13h59min - Atualizada em 01/12/2020 às 13h59min

​Mortes causam temor, mas Jacarezinho descarta lockdown

Foram quatro mortes apenas entre domingo e segunda-feira; prefeito quer diagnóstico e medicação precoces

Tribuna do Vale
Divulgação
Com quatro mortes em um intervalo inferior a 24 horas causadas pela Covid-19, Jacarezinho se mobiliza para tentar frear o avanço da doença. Na manha desta segunda-feira (30) o Comitê Municipal de Combate ao Covid-19 se reuniu de forma extraordinária para buscar soluções para a situação.

 As mortes aconteceram três delas no domingo e a quarta na madrugada de segunda-feira. Todas as vítimas eram do grupo de risco. Duas estavam internadas no Hospital Regional do Norte Pioneiro, em Santo Antônio da Platina, uma em Londrina e a última na Santa Casa de Misericórdia de Jacarezinho. 

Apesar da gravidade da situação, o lockdown foi descartado. Na reunião desta segunda, com a presença de representantes da 19° Regional de Saúde, do atual prefeito de Jacarezinho, Sérgio Eduardo de Farias, o Dr. Sérgio (DEM), do prefeito eleito do município, Marcelo Palhares (PSD), e de demais membros do comitê, ficou acertado que a secretaria de Saúde mude alguns protocolos, principalmente com relação a um diagnóstico e medicação precoces.

 “Já vimos que essa questão de lockdown não é o caminho. Então vamos tentar fazer o diagnóstico e a medicação o mais rápido possível, não esperar a situação do paciente se agravar. Se tem sintomas, já entra de imediato com o medicamento”, disse Dr. Sérgio, que é médico. 

POSTO FECHADOA

situação é tão séria que pela segunda vez durante a pandemia uma unidade de saúde precisou ser interditada pela quantidade de casos entre os funcionários. Desta vez foi o Posto de Saúde do Jardim Panorama – anteriormente o mesmo procedimento havia sido adotado no posto do Aeroporto, pelo mesmo motivo. A tendência que a unidade de saúde retome as atividades normais na quarta-feira (02), após passar por processos de desinfecção e demais cuidados sanitários. 

NOVEMBRO TRISTE

 Agora já são 13 mortes causadas pela Covid-19 entre moradores de Jacarezinho. O que mais assusta, porém, é que oito desses óbitos aconteceram durante o mês de novembro, onde houve um aumento substancial de casos confirmados e do número de casos graves da doença. Para se ter uma ideia, Jacarezinho começou novembro com 508 casos confirmados e 48 casos ativos, dos quais apenas dois estavam internados.

Agora, no encerramento do mês, são 1.078 casos confirmados, 140 casos ativos e sete internados, sendo seis em estado grave. O boletim epidemiológico mostra ainda 216 casos em investigação. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp