MENU

04/12/2020 às 16h02min - Atualizada em 05/12/2020 às 00h10min

"Olímpiada do Saneamento" é reinventada na pandemia e se torna online

Medida enfrenta desafios por falta de estrutura e, ao mesmo tempo, ganha benefícios em comparação à atuação presencial

SALA DA NOTÍCIA Vervi Assessoria

 

A “Olimpíada do Saneamento: jovem ativo na sua comunidade” é um projeto desenvolvido pela Sociedade Ecológica Amigos de Embu (SEAE), que obteve apoio do Fundo Casa Socioambiental, entidade que auxiliou fortemente no início da jornada. A iniciativa tem o objetivo de conscientizar alunos das escolas públicas de Embu das Artes sobre a importância do saneamento e promover maior envolvimento por meio da educação ambiental e proteção dos mananciais. Por isso, suas duas primeiras fases, ainda presenciais, incluíram a mobilização social e a produção de material temático sobre o tema.

 

Com essa nova fase, no modo online, os principais obstáculos enfrentados pela SEAE, alunos, professores e comunidade foram as alterações no cronograma para se encaixar às aulas remotas, dificuldade no acesso ao material por falta de rede e equipamentos eletrônicos, além da situação de vulnerabilidade de alguns participantes, que criou mais um contratempo na rotina. “Contudo, a situação nos trouxe novos pontos de vista e um alcance maior, por incrível que pareça”, esclarece Inara Siqueira, educadora ambiental e bióloga.

 

Já os principais pontos positivos de aplicar as medidas virtualmente são o incentivo dos alunos e professores por meio de premiações virtuais, acesso gratuito aos encontros virtuais, sem precisar gastar com transporte e disponibilização das aulas gravadas, o que facilita o aprendizado a qualquer momento.

 

“Conseguimos alcançar profissionais e pessoas interessadas pelo curso Educação ambiental para o saneamento e a saúde, mas não somente de Embu das Artes e Taboão da Serra, como também de outras localidades de São Paulo”, informa Rodolfo Almeida, presidente da SEAE.

 

Ao todo, foram cinco escolas estaduais do Estado de São Paulo, que foram Madre Odette Souza Carvalho, Tadakiyo Sakai, Irmã Iria kunz, Dona Maria Nélida Sampaio de Mello e escola Dr Eduardo Vaz. Durante a primeira tarefa, os alunos formaram as equipes EcologicaMentes, Tadakinhos, Sanea Iria, Equipe Nélida cuida da natureza e Zem. Na segunda etapa, os grupos se empenharam em fotografar e ilustrar sobre a temática da iniciativa. Já na terceira fase, todos foram convidadas a produzirem vídeos sobre água e saneamento, os quais foram entregues no final de novembro.

 

O projeto termina em 10 de dezembro de 2020, às 14 horas, com a realização da olimpíada do saneamento e apresentação dos resultados alcançados, que acontecerá em um evento online com junção das escolas participantes, uma competição e apresentação para a comunidade. A SEAE e participantes convidam a todos para assistirem à final de forma online.

 

Para saber mais sobre a Olimpíada do Saneamento, acesse: https://seaembu.org/projetos/em-andamento/projeto-olimpiada-do-saneamento-jovem-ativo-na-sua-comunidade/

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp