MENU

09/12/2020 às 18h06min - Atualizada em 10/12/2020 às 10h40min

Liga NESCAU® termina no sábado (12) e já atingiu mais de 30 milhões de pessoas

Evento se tornou a maior competição esportiva estudantil do Brasil ao migrar 100% para o ambiente digital. Estrelas como Falcão, Tandara, Etiene Medeiros, Yago, Flávia Saraiva e Verônica Hipólito ajudam a incentivar a prática esportiva entre as crianças

SALA DA NOTÍCIA Gustavo Coelho
https://www.liganescau.com.br/
O ano de 2020 está sendo o mais atípico da história. A pandemia obrigou pessoas de todo o mundo a praticar o isolamento social. Porém, essa difícil situação trouxe aprendizados. Entre eles, o de que podemos não estar juntos fisicamente, mas nunca separados. A Liga NESCAU®, que migrou totalmente para o ambiente digital para levar esporte para crianças e jovens em todo o Brasil, é um exemplo. A maior competição estudantil do País, que termina neste sábado (12), com mais um evento no site oficial (www.liganescau.com.br/), atingiu 30 milhões de pessoas até agora. E esse número ainda deve crescer nos próximos dias.

Para desenvolver a nova estrutura e transformar a Liga NESCAU®, a Nestlé investiu R$ 5 milhões, incluindo outras ações de esporte da marca neste ano. O retorno tem sido acima das expectativas, como explica Abner Bezerra, Head de Marketing de NESCAU® e Bebidas da Nestlé Brasil. "Conseguimos impactar mais de 30 milhões de pessoas apenas com a divulgação nas redes sociais. Esse número será ainda maior quando computarmos mídia espontânea e outros veículos parceiros. Tudo isso traz uma sensação de dever cumprido e a alegria de saber que envolvemos não só as crianças e jovens, mas famílias inteiras em torno da atividade física".

O acesso aos conteúdos digitais no site do evento fica distribuído pela Vila Esportiva NESCAU®, espaço virtual que simula um complexo de arenas esportivas, onde estão todas as informações sobre cada modalidade. Construída pela marca de achocolatados da Nestlé especialmente para a competição de 2020, permite navegação em 3D e interatividade para toda a família. Para ser totalmente inclusiva, a plataforma possui uma interface adaptada para crianças com necessidades especiais, com conteúdo em libras e audiodescrição.

Em função da impossibilidade de promover disputas presenciais, como nos anos anteriores, a Liga NESCAU® 2020 criou um modelo com adaptações para que os esportes pudessem ser praticados em casa. A mecânica é simples: as crianças gravam vídeos mostrando as atividades físicas e depois enviam para o site oficial do evento. Após a avaliação dos árbitros, os melhores avançam para as fases finais e são exibidos em programas no site oficial do evento (www.liganescau.com.br/). Como as exibições ao vivo são sempre aos sábados, o nome escolhido foi Sabaday e o último programa será neste sábado.

Embaixadores - Para incentivar ainda mais a garotada, foi reunido um time de peso, com Falcão, o maior jogador de futsal de todos os tempos; Tandara, medalha de ouro olímpica no vôlei; Etiene Medeiros, primeira mulher brasileira campeã mundial de natação; Yago, considerado uma das maiores revelações do basquete nacional da década de 2010; Flávia Saraiva, dona de sete títulos em Copas do Mundo de ginástica; e Verônica Hipólito, tricampeã pan-americana e campeã mundial no atletismo paralímpico.

O sexteto integra a seleção de embaixadores da Liga NESCAU® 2020. “Fazer a competição on-line foi uma necessidade para oferecer atividade física para as crianças e isso acabou ampliando horizontes, permitindo atingir todos os pontos do País. E foi extremamente necessário nesse momento. Eu tenho uma filha de cinco anos, a Maria Clara, e mesmo ainda não tendo idade para participar, ela quer fazer as atividades da Liga. Afinal, eles têm muita energia e não é fácil ficarem parados dentro de casa”, comenta Tandara.

Falcão praticou diversas modalidades, como judô, basquete, xadrez e skate. “Tenho que contar um segredo. Eu tinha skate quando era moleque, mas medo de andar e cair. E confesso que tentei jogar xadrez uma vez e não entendi. A Liga NESCAU® me deu a oportunidade de voltar a ter contato com essas e outras modalidades e até dança passinho eu fiz. Mas usei uma bola para fazer os movimentos com ritmo e não passar vergonha. Por isso, recomendo muito que as crianças pratiquem seu esporte predileto, mas não deixem de fazer outros esportes também”, afirma Falcão.

Esporte + paradesporto + dança - A competição é destinada a meninos e meninas de 8 a 16 anos e traz 15 modalidades, nove convencionais (atletismo, ballet, basquete, futebol, ginástica, judô, skate, vôlei e xadrez) e quatro adaptadas (ginástica, futebol, basquete e ballet), além de dois desafios que serão tanto individuais como para toda a família, como dança, futmesa, badminton, tênis de mesa, torcida em casa, boxe, bocha, entre outros.

Essa diversidade é uma das armas para despertar os interesses das crianças em casa. Nesse contexto, a inclusão da dança foi um diferencial. Além da competição e desafios, os Sabadays contaram com aulas de profissionais da área, como Arielle Macedo e Flávio Verne, coreógrafos das popstars brasileiras Anitta e Pabllo Vittar, respectivamente.

72% das crianças no sofá - A Liga NESCAU® é realizada desde 2015. No ano passado, reuniu mais de 13 mil crianças e jovens em modalidades individuais e coletivas nos estados de São Paulo, Pernambuco e Rio Grande do Sul. Com a pandemia, o evento esteve ameaçado. Uma das motivações para criar o modelo digital veio dos resultados alarmantes de uma pesquisa. Estudo apontou que 72% das crianças não praticaram atividade física durante o período de isolamento. Uma alternativa para mudar esse cenário seria aliar tecnologia e diversão, com uma dose de competitividade para tirar meninos e meninas do sofá.

O estudo foi realizado pelo C.Lab, o laboratório interno de pesquisas da Nestlé, intitulado “As crianças e o isolamento social – Como a pandemia está impactando as crianças“. Ouviu 500 famílias em diferentes regiões do País, entre 29 de setembro a 01 de outubro, e ajudou a balizar a reformulação da Liga NESCAU®. Entre os principais sentimentos identificados nas crianças estão ansiedade (57%), tédio (53%), preguiça (38%) e solidão (22%). “Ao propor atividades esportivas e lúdicas, com um propósito participativo e competitivo, conseguimos unir essa garotada, mesmo que, neste momento, virtualmente”, acredita Abner Bezerra.

Cada vez maior - O histórico comprova a vocação de crescimento da Liga NESCAU®. Entre 2017 e 2018, a competição cresceu de cinco para 15 modalidades, sendo seis opções de paradesporto. O número de participantes subiu de cinco para mais de oito mil estudantes da rede pública, privada, ONGs e associações, clubes e demais instituições. Em 2019, foram 19 esportes e mais de 13 mil estudantes. “Esse crescimento faz com que acreditemos cada vez mais na plataforma a fim de trazer mais crianças e mais famílias para participar. Outro grande avanço foi buscar mais atividades adaptadas para termos, efetivamente, um evento inclusivo. Com isso, reafirmamos a assinatura da Liga: aqui todo mundo joga”, avalia Bezerra.

NESCAU® e o esporte - NESCAU® possui um longo histórico de apoio à prática de exercícios físicos e atividades coletivas, destacando a importância do esporte como ferramenta fundamental para fortalecer a autoconfiança de crianças e adolescentes, além de estimular o convívio social e a interação, provocando o espírito de coletividade.

As primeiras iniciativas da marca neste universo começaram ainda na década de 60, com o patrocínio às competições de ciclismo. Posteriormente, nos anos 80 e 90, NESCAU® também apoiou grandes eventos de esportes radicais, incluindo surfe, wakeboard e skate. Mais recentemente, NESCAU® patrocinou a Liga de Basquete 3x3, em parceria com a Associação Nacional de Basquete 3x3 (ANB3x3). Em 2014, a marca atingiu um marco inédito ao impactar mais de 33 mil estudantes com o apoio à realização de torneios intercolegiais em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Recife.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp