MENU

11/12/2020 às 14h22min - Atualizada em 11/12/2020 às 14h22min

​Garoto desaparecido nos anos 90 reencontra mãe verdadeira após 27 anos

Só Notícia Boa
Divulgação
Final feliz! Lembra do motorista Antônio Carlos Silva, que fugiu de casa no Cariri, no Ceará, quando era criança e ficou desaparecido por 27 anos? Depois de ter sido enganado por um falsário, agora ele finalmente conseguiu reencontrar e abraçar a mãe verdadeira.

O reencontro foi no último domingo, 6, em Santa Rita, na Paraíba, onde dona Joseane vive agora com os irmãos e outros familiares de Antônio Carlos.

A família foi localizada na semana passada e Antônio Carlos viajou de Fortaleza para o município, da Região Metropolitana de João Pessoa, com a esposa, a filha e pai adotivo.

O reencontro dele com dona Joseane foi emocionante. Ela disse que agora é a mulher mais feliz do mundo.

“Eu sou a mulher mais feliz do mundo. Encontrei o meu amor que estava faltando”, afirmou a mãe.

Além da mãe, Antônio Carlos foi recebido pelos irmãos Diego, Dielma e Crislene, a família biológica verdadeira.

A história

Sumido há 27 anos, Antônio Carlos viveu a angústia de buscar pela família e não saber se a mãe continuava viva.

O menino, que fugiu num ônibus para escapar dos maus tratos do padrasto, foi parar em Fortaleza.

Sozinho na cidade grande, Antônio Carlos passou por vários abrigos e chegou a viver nas ruas. Até que foi recebido pela Associação O Pequeno Nazareno, que acolhe menores em situação de abandono ou destituídas do poder familiar, por situações de extrema vulnerabilidade.

Bernardo Rosemeyer, ex-frei alemão e fundador da Associação, decidiu, além de acolher, adotar o menino.

Antônio Carlos cresceu, foi educado por Bernardo e hoje, com 27 anos é motorista da associação que o acolheu.

Em novembro deste ano, os dois conversaram sobre o assunto e o desejo que Antônio Carlos tinha de reencontrar a mãe biológica. “Em sonho, voltei muitas vezes para casa”, afirmou.

E o pai adotivo o ajudou.

Panfletos

Contanto apenas com as poucas memórias que tinha, que eles decidiram sair em busca da mãe biológica.

Eles fizeram um panfleto resumindo a história dele e contendo duas fotos, uma atual e outra dele quando era mais novo. O papel foi distribuído no Cariri, onde o garoto desapareceu.

Nisso surgiu um suposto irmão, que pegou o panfleto, se fez passar por familiar de Antônio Carlos e disse que a mãe dele havia morrido.

Mas além de a farsa ter sido descoberta logo, ela deu projeção nacional ao caso. Antônio Carlos foi entrevistado por Fátima Bernardes, no programa Encontro, da TV Globo e para surpresa de todos, anunciou durante a entrevista que havia acabado de encontrar a família verdadeira.

Tio verdadeiro

Após uma reportagem do Diário do Nordeste, um tio verdadeiro, que é de Santarém, no Pará, reconheceu as fotos e o mistério da família verdadeira foi desvendado.

Ele contou que a sua família verdadeira de Antônio Carlos hoje vive em Santa Rita, município da Paraíba.

E após várias conversas com familiares e fotos de um álbum de família, todos descobriram que se tratava da mesma criança.

Para evitar dúvidas, a família de Santa Rita, na Paraíba, aceitou fazer exame de DNA.

Mas o motorista Antônio Carlos disse não ter dúvida de que agora, finalmente encontrou a família verdadeira que tanto procurou.

Leia mais em Só Notícia Boa

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para presidente do Brasil?

73.3%
17.7%
1.3%
0.7%
0.7%
2.0%
0.3%
0.3%
0.3%
0.7%
2.7%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp