MENU

31/12/2020 às 09h17min - Atualizada em 03/01/2021 às 00h00min

Austrália é alternativa para quem desanimou do Brasil

A Austrália se mostra atrativa e como opção mais segura para quem busca qualidade de vida já que a crise trouxe muitas incertezas diante dos índices de desemprego, violência, saúde pública e economia, mas também o forte desejo de dar um novo destino na vida para milhares de brasileiros. Imigrar para os Estados Unidos foi no passado a primeira alternativa de prosperidade, mas as notícias que chegam de lá provam o contrário.

DINO
https://www.mquality.com.br/visto/

Se por um lado os últimos meses foram de altos índices de desemprego em decorrência da quarentena imposta pelo coronavírus, por outro lado a crise econômica gera oportunidades de negócios para quem quer empreender e mudar de vida mudando-se para a Austrália. A taxa de desemprego no Brasil subiu para 13,8% no trimestre encerrado em julho, a mais alta da série histórica iniciada em 2012, e atinge 13,1 milhões de pessoas, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com MaCson Queiroz JP, consultor de imigratório especializado em Austrália e diretor da M.Quality, muitos profissionais que viram a estagnação de promoções, plano de carreira e salários ou, ainda, que foram demitidos e receberam a rescisão, agora, vislumbram na imigração para a Austrália um caminho para criar os seus filhos numa sociedade acolhedora com tranquilidade e maior probabilidade de prosperidade.

Isso porque, segundo dados da Comissão de Relações Exteriores do Senado (CRE), atualmente mais de 55 mil brasileiros vivem na Austrália — desse total, estima-se que cerca de 27 mil são estudantes de língua inglesa, de cursos de formação profissional e universitários, dentre outros. Mesmo neste ano de crise com as fronteiras fechadas, o segmento já registra um crescimento de 15,8% no interesse em relação a 2019 e a previsão é de crescimento para o primeiro trimestre de 2021.

Segundo Queiroz, para quem está apostando as últimas economias e esperanças de uma vida melhor a Austrália é o país mais indicado. "Isto significa que está correto o raciocínio de que se o seu visto fosse concedido hoje você não poderia entrar na Austrália devido a proibição em vigor, mas a verdade é que a maioria dos solicitantes brasileiros que temos conhecimento está ainda nas suas primeiras fases dos processos por uma das várias categorias de vistos para imigração a Austrália. No entanto, tais processos normalmente não são finalizados em menos de 12 meses e possuem múltiplas fases. Consultores comprometidos com o sucesso do cliente auxiliam na recolocação profissional, diminuindo riscos", afirma.

Além disso, segundo o especialista da M.Quality, imigrar para a Austrália agora tem duas grandes vantagens. Primeiro numa situação de crise é possível perceber como o país trata seriamente a saúde e o bem estar de seus habitantes; o segundo é que existem vagas no programa de imigração para a Austrália até mesmo para aqueles com poucos recursos financeiros, desde que sejam criativos e intrépidos.

Para que a imigração para a Austrália seja bem-sucedida, segundo Queiroz, é preciso pesquisar porque o assunto é de natureza jurídica e bastante complexo - têm várias categorias para quase todos os perfis e bolsos. Existem categorias, por exemplo, em que o profissional poderá ter uma idade superior a 45 anos. Mas também têm categorias mais tradicionais e conhecidas, cujo processo inicial costuma ser menos prolongado.

Mudança de vida

Várias pessoas procuram a imigração para a Austrália como uma oportunidade de transição da carreira profissional para a abertura de um novo negócio de forma gradual, assim como a engenheira civil Lucia Camargo que irá distribuir açaí na tigela na costa litorânea de Queensland. Ela conta que pesquisou durante quatro anos e que a alta renda per capita da população australiana e clima tropical do país contribuíram para a decisão.

"O turismo na Austrália vai continuar sendo a indústria número um na pós-COVID-19. O turismo bateu recordes em 2019 e agora Austrália provando ser um dos países mais seguros no planeta a previsão é de novos recordes em 2021", explica. O momento econômico, a vontade de empreender, a perspectiva de ganhos e o retorno mais previsível e rápido do capital investido em uma sociedade onde o governo não é o seu socio majoritário foram os motivos que a levaram a investir em imigração para a Austrália em plena pandemia.

Já Augusto Brito encontrou no processo de validação de seu diploma de fisioterapeuta a oportunidade ideal de iniciar o processo de imigração para a Austrália enquanto aprende inglês e junta recursos. Em julho deste ano, assinou o contrato e está satisfeito com a decisão porque o caminho escolhido trouxe-lhe uma enorme economia em recursos que nem mesmo possuía.

"Sempre acreditei que o processo de validação do diploma de fisioterapeuta somente poderia ser realizado através dos exames escritos e testes clínicos realizados na Austrália. Mas, agora sei que tenho a opção de não precisar sair do Brasil e nem mesmo fazer exames para realizar todo este processo imigratório para trabalhar na Austrália", conta.

O engenheiro elétrico Marcelo Santos terminou recentemente a faculdade e acreditava, por não ter ainda experiencia profissional, não ter chances nenhuma na imigração para a Austrália quando soube através do único engenheiro e consultor especializado em imigração para a Austrália o contrário.

"Eu sempre tive este sonho de trabalhar na minha profissão em um país de primeiro mundo. Imaginava que somente teria chances de realizar este sonho quando completasse vários anos de experiencia profissional. Felizmente um especialista provou-me que tenho ótimas chances na situação em que me encontro", explica Marcelo. A profissão de engenharia faz parte da lista de profissões essenciais nos planos de recuperação econômica da Austrália na pós-COVID-19, de acordo com Departamento de Imigração da Austrália (DoHA).

"O importante é o brasileiro estar bastante consciente que o idioma oficial do país é o inglês, do tempo que levará o processo imigratório, escolher bem uma categoria que ele tenha evidências estar adequada ao seu perfil ou planos e que principalmente caiba no seu bolso. Assim a mudança será mais segura e tranquila", ressalta o consultor.

A M.Quality, que foi criada na Austrália e no Brasil, é uma empresa de assessoria em imigração e negócios especializada em processos de visto para a Austrália. Os serviços da M.Quality tiveram início por meio do empreendedorismo de MaCson Queiroz JP, businessman, engenheiro eletrônico pela Escola de Engenharia Mauá (SP), ex-instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/SP) e consultor imigratório no país.



Website: https://www.mquality.com.br/visto/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp