MENU

05/02/2021 às 15h37min - Atualizada em 05/02/2021 às 15h37min

​Soldado da PM morre baleado no rosto por colega de farda

O crime ocorreu na noite desta quinta-feira

Bem Paraná com Bom Dia Paraná
Banda B
Uma discussão entre dois colegadas de farda resultou na morte do soldado da Policial Militar Lecio Tadeu dos Santos, 42 anos, que recebeu um tiro no rosto. O crime ocorreu na noite desta quinta-feira, 4 de fevereiro, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O autor do disparo, o soldado Elias Postanovski, 31 anos, foi preso em flagrante.

O coronel Hudson da Polícia Militar (PM), em entrevista ao Bom Dia Paraná, telejornal da RPC, afiliada da Rede Globo no Paraná, afirmou que o desentendimento ocorreu no momento em que os dois se dirigiam para prestar atendimento a uma ocorrência. Além da vítima e do autor do disparo, havia um terceiro policial na viatura. Este relatou um desentendimento por parte do policial que dirigia e o outro. 

O motorista da viatura, teria então parado o carro e agredido fisicamente o reclamante, que estaria atrás do motorista, no banco de trás da viatura. Este reagiu e atirou no rosto do colega.

Questionado sobre desentendimentos entre os dois e sobre se alguns deles teria apresentado problemas ou procurado por atendimento psicológico, o coronel Hudson afirmou que a corporação estaria fazendo este levantamento. 

Procedimentos

O cabo que testemunhou todo o crime acionou equipes da Civil, da Criminalística e da Corregedoria da PM. O Instituto Médico Legal (IML) fez o recolhimento do corpo do policial. O soldado preso foi encaminhado ao Presídio do Batalhão de Polícia de Guarda (Bpgd).

O soldado Tadeu estava há 13 anos na PM. O autor do disparo, o soldado Elias faz parte da corporação há 9 anos.


 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp