MENU

09/02/2021 às 17h34min - Atualizada em 09/02/2021 às 17h34min

​Peregrinação missão técnica pela Rota do Rosário marcou 2020 para Atunorpi

Ao todo foram sete trajetos percorridos de fevereiro à dezembro

Assessoria Atunorpi
Assessoria Atunorpi
A peregrinação missão técnica pela Rota do Rosário marcou praticamente todo o ano de 2020 para a Associação Turística do Norte do Paraná (Atunorpi). Membros da associação em parceria com outras entidades percorreram toda a rota com começo em fevereiro e encerramento em dezembro. Ao todo foram sete trechos e mais de 723 quilômetros percorridos.

A conclusão da Peregrinação foi mais um passo importante para a introdução do Programa de Anfitriões. “Este programa visa qualificar e profissionalizar a Rota do Rosário e toda a infraestrutura presente em cada município com cronograma previsto para 2021 e 2022”, destacou o consultor da associação e coordenador do coletivo turístico Pratique Turismo Regional, João Gouveia Cezar.

Juntamente com ele, o presidente da Atunorpi, Welington T. Bergamaschi e o coordenador da Rota do Rosário, padre Celso Miqueli, participaram de todos os trechos, nos mais de 723 quilômetros desde Piraí do Sul nos Campos Gerais passando por vários municípios do Norte Pioneiro como Tomazina, Bandeirantes, Ribeirão Claro, entre outros. “O objetivo agora em 2021 é alinhar e iniciar o Programa de Anfitriões em toda a Rota do Rosário”, disse João Gouveia.

“A peregrinação oportunizou um primeiro contato com esta realidade sob o olhar técnico de uma equipe que peregrinou e percorreu todo o trajeto, identificando as potencialidades, desafios,  dialogando com a comunidade, lideranças municipais a fim de promover as ações necessárias de amenidades aos próximos interessados, criando  estruturas de apoio e sinalização para este trecho considerado o portal da Rota do Rosário, Turismo Religioso e Sustentável no Norte Pioneiro e Campos Gerais no Estado do Paraná”, destacou Bergamaschi.

Para o consultor da associação e coordenador do coletivo turístico Pratique Turismo Regional, João Gouveia Cezar, “fica evidente o empenho e o trabalho no fortalecimento do Turismo Religioso, no potencial de seus Municípios e principalmente na Região Turística do Norte do Pioneiro do Paraná”, frisou.

O padre Celso Miqueli, destacou a importância do mapeamento para segurança do peregrino que pretende percorrer o trecho. “A diocese realizou em parceria com a Atunorpi o mapeamento pela Rota do Rosário pelas vias rurais. Esse mapeamento é fundamental, porque nisso iremos levantar a vocação do próprio caminho, perceber, identificar e também informar o nível e os pontos, a realidade no que se refere as amenidades e também aos desafios”, detalhou Miqueli.

“É importante fazermos o mapeamento para que a pessoa faça o caminho proposto e não se perca entre tantas outras estradinhas que vão aparecendo no caminho. Nós experimentamos e vivenciamos o que se encontra no caminho da Rota do Rosário, bem como a Atunorpi e outros profissionais de interesse, para que este caminho realmente seja vocacionado, para que a pessoa possa ter essa experiencia consigo mesmo, com o próximo, com a natureza e sobretudo com o Criador”, finalizou Celso Miqueli.

O turismo religioso hoje é um dos segmentos que mais cresce no mundo. A peregrinação da forma como está sendo realizada no Norte Pioneiro e Campos Gerais com demarcação de pontos importantes é uma ação pioneira no turismo religioso. Esta inovação ajudará não só os peregrinos, mas todas as comunidades envolvidas na Rota do Rosário que será percorrida em toda sua extensão.

Membros Peregrinação e Missão Técnica pela Rota do Rosário

Welington T. Bergamaschi e Alice Almeida Prado - Atunorpi

Padre Celso Miqueli - Coordenador da Rota do Rosário

Diego Gouveia - Equipe Aralama

Ana Paula Gomidez - TMZ Turismo

Mariana Oliveira - Mary Turismo Sapopema

João Gouveia Cezar - Consultor Atunorpi

Sandra Camacho - Escritório Regional da PRTUR

ATUNORPI- Associação Turística do Norte do Paraná é uma entidade civil, caracterizada como associação de natureza turística, cultural e ambiental e foi fundada em 19 de agosto de 2015. Ela é uma Instância de Governança  Regional, responsável pela Região Turística do Norte Pioneiro. Atualmente a região do Norte Pioneiro é integrada por 16 municípios que estão inseridos no Mapa do Turismo Nacional do Ministério do Turismo: Andirá, Bandeirantes, Cambará, Carlópolis, Cornélio Procópio, Ibaiti, Itambaracá, Jacarezinho, Joaquim Távora, Ribeirão Claro, Ribeirão do Pinhal, Santa Mariana, Santo Antônio da Platina, Siqueira Campos, Tomazina e Wenceslau Braz.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp