MENU

12/02/2021 às 12h35min - Atualizada em 12/02/2021 às 12h35min

​Acusado de matar diretor da UENP é condenado a mais de 21 anos de prisão

Folha Extra
Divulgação
Em Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro do estado, o Ministério Público do Paraná obteve a condenação por homicídio triplamente qualificado de um réu denunciado pela morte do diretor do campus da Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp). O julgamento no Tribunal do Júri foi realizado nesta quinta-feira (11), e terminou no final da noite, com o réu sentenciado a 21 anos e quatro meses de prisão em regime fechado.

O crime aconteceu em 20 de dezembro de 2018, no gabinete do diretor da Uenp. O denunciado, também professor, marcou ali encontro com a vítima e a matou a golpes de machado. A motivação teria sido uma advertência da direção da universidade recebida pelo criminoso.

O MPPR sustentou em plenário a tese de homicídio triplamente qualificado – uso de meio cruel, motivo fútil e meio que dificultou a defesa da vítima –, o que foi plenamente acolhido pelo conselho de sentença. O réu está preso desde a época do crime e segue detido. Cabe recurso da decisão.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp