MENU

25/02/2021 às 11h03min - Atualizada em 01/03/2021 às 00h00min

Dez alimentos que pioram a gastrite e são vilões do estômago

A gastroenterologista do São Cristóvão Saúde explica por que cada um desses alimentos faz mal e cita quais fazem bem

SALA DA NOTÍCIA www.GazetaDaSemana.com.br
www.SalaDaNoticia.com.br
A Gastrite, inflamação da mucosa do estômago, pode ser aguda ou crônica e estar presente em todo estômago ou algum segmento dele. Nem sempre o que chamamos de gastrite é a presença dessa inflamação, pode ser apenas uma dor de estômago por algum alimento ingerido, por exemplo. A gastroenterologista do São Cristóvão Saúde, Dra. Tabata Cristina Alterats Antoniaci cita quais são esses alimentos prejudiciais para o estômago e porque fazem mal.

• Café e alimentos com cafeína (ex: chá preto e mate): a cafeína é um irritante que age direto na mucosa gástrica e, por isso, aumenta inflamação local de quem tem gastrite;

• Goma de mascar: o processo de mastigação é o passo inicial da digestão, com isso, quando mastigamos um chiclete, o nosso organismo recebe sinal para iniciar o processo de digestão e libera o suco gástrico. Porém, como não recebe o alimento, e esse "suco" causa uma lesão direta na mucosa.

• Frituras e gorduras: para a digestão desses alimentos, precisamos de um processo com maior liberação de bile (fluído produzido pelo fígado) e de suco gástrico pela sua complexidade. Isso, aumenta a irritabilidade gástrica;

• Condimentos: os corantes presentes nos condimentos são irritantes gástricos diretos;

• Refrigerantes e águas gaseificadas: o gás presente nestas bebidas leva a uma distensão na parede gástrica e a vários estímulos no processo de digestão e também irritam a mucosa gástrica;

• Bebidas alcoólicas: o álcool em si age nos esfíncteres (músculos que abrem e fecham como portas, que controlam a digestão). Quando ingerirmos álcool, o controle dos esfíncteres fica prejudicado causando mais chances de refluxo e gastrite;

• Embutidos e enlatados: entram no mesmo processo dos condimentos e frituras;

• Bolachas e doces industrializados: são alimentos ultraprocessados, que além de não terem nutrientes, têm grande quantidade de gorduras e causam irritação local e dificultam o processo de digestão;

• Alimentos ácidos (frutas como abacaxi, maracujá, laranja, kiwi): se ingeridos em jejum podem piorar lesões já existentes no estômago;

• Jejum prolongado: a ausência do alimento também entra na lista dos grandes vilões na alimentação. Isso porque, o estômago libera de tempo em tempo o ácido gástrico, e a ausência de alimento leva a lesões na mucosa.

"Quando uma pessoa com gastrite ingere esses alimentos, ela pode sentir dor, distensão abdominal, plenitude gástrica e refluxo. Não há remédios caseiros com comprovação científica, então, o único jeito é evitar a ingestão desses alimentos.", finalizou a Dra Tabata.

Sobre o Grupo São Cristóvão Saúde
Administrado pela Associação de Beneficência e Filantropia São Cristóvão, o Grupo São Cristóvão Saúde é constituído pelas seguintes Unidades de Negócio: Hospital e Maternidade Geral, Plano de Saúde, oito Unidades Ambulatoriais, Filantropia, Centro de Atenção Integral à Saúde (CAIS), Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) e Hotel Recanto São Cristóvão, localizado em Campos do Jordão. Referência em saúde, na Zona Leste de São Paulo, a Instituição completou 109 anos em dezembro de 2020. Através da gestão administrativa dirigida pelo CEO/Presidente, Engº Valdir Pereira Ventura, tem sido promovida uma grande modernização e expansão em sua estrutura física e tecnológica, investido em equipamentos, certificações e profissionais qualificados. Atualmente, o Hospital e a Maternidade aumentou a capacidade de internação passando de 171 para 275 leitos, além das oito Unidades dos Centros Ambulatoriais, Centro Laboratorial Américo Ventura (CLAV) e do Centro de Atenção Integral à Saúde que realizam diariamente milhares de consultas, proporcionando qualidade assistencial às mais de 160 mil vidas do Plano de Saúde.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp