MENU

11/03/2021 às 17h36min - Atualizada em 11/03/2021 às 17h36min

​Hospital Regional recebe cinco novos leitos exclusivos de UTI

Com o anúncio, Santo Antônio da Platina passa a contar com 15 leitos exclusivos para tratamento de Covid-19

Assessoria
Assessoria
O Hospital Regional do Norte Pioneiro (HRNP), em Santo Antônio da Platina, passa a contar com 15 leitos de UTI exclusivos para tratamento de Covid-19. O anúncio foi feito na tarde desta quinta-feira (11) pelo  prefeito José da Silva Coelho Neto, o Professor Zezão (Pode), que informou a instalação de cinco novos leitos, além dos 10 já existentes na unidade.

“Os cinco novos leitos de leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI-Covid) devem entrar em funcionamento nesta sexta- feira (12) ou, no mais tardar, segunda- feira, dia 15”, disse o prefeito ao deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB).

Romanelli e o prefeito Zezão reivindicaram no início deste mês a implantação de novos leitos de UTI para atendimento à demanda dos municípios do Norte Pioneiro. “Solicitamos ao Estado atenção especial à região, neste momento difícil de combate a Covid-19. Pedimos a instalação de quatro leitos de UTI e dez leitos para enfermaria, exclusivos para atender pacientes com Covid e o governador Ratinho Junior e o secretário Beto Preto (Saúde) atenderam o pedido”, disse Romanelli. Atualmente, a unidade de saúde tem dez leitos de UTI e nove semi-intensivos.

Hospital do Câncer — O prefeito Zezão informou ainda que foram retomadas as negociações para a instalação de uma extensão do Hospital do Câncer de Londrina (HCL) em Santo Antônio da Platina. Equipes da prefeitura e do HCL se reuniram de forma virtual para definir as tratativas dos levantamentos dos serviços de prevenção ao câncer, da saúde da mulher, do homem e da criança a serem implantadas no Norte Pioneiro.

“A implantação das atividades acontecerá de forma consolidada e estruturada devido a responsabilidade com a saúde dos moradores do Norte Pioneiro. Lutamos para promover um serviço de saúde preventiva de qualidade, que atenda toda a região”, enfatiza o prefeito.

A proposta, de acordo com o prefeito, é ceder o prédio da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) ao HCL, que poderá utilizar o espaço para implantar a extensão do hospital londrinense. “O Ministério da Saúde já autorizou o uso do prédio da UPA pelo HCL, mas ainda é necessária a aprovação da cessão de uso pela Câmara de Vereadores, assim como ocorreu com o terreno ao lado do prédio onde funcionará o hospital”, explica Zezão.

Implantação — Pelo planejamento da prefeitura, o prazo para a conclusão desses detalhes burocráticos e das tratativas de implantação é de 90 dias. “Depois desse prazo, o hospital do câncer tem 180 dias para iniciar as instalações da unidade. Estamos em dia com o cronograma de ações e em breve a extensão em Santo Antônio da Platina será realidade para todo o Norte Pioneiro”, garante o prefeito.

O presidente da Câmara Municipal, vereador José Jaime Mineiro (DEM) reforça que o tema referente à instalação da unidade de tratamento preventivo ao câncer é pauta prioritária no legislativo. “Temos que nos mobilizar para que o Hospital do Câncer de Londrina inicie atividades o mais rápido possível, e, no que depender dos vereadores, a pauta é prioridade. Temos que lutar com toda energia contra essa doença terrível que acometeu e tirou a vida de tantos entes queridos”, disse.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp