MENU

22/03/2021 às 12h16min - Atualizada em 22/03/2021 às 12h40min

Promax Bardahl marca presença no SIMEA 2021

Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva teve a 28ª edição realizada de forma digital e contou com participação dos engenheiros Arley Barbosa da Silva e André Moura

SALA DA NOTÍCIA Gustavo Coelho
http://zdl.pressroom.com.br
O Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva (SIMEA), cancelado em 2020 por causa da pandemia de coronavírus, teve na semana passada a 28ª edição realizada de forma digital, com o tema “Revolução da Mobilidade na Sociedade 5.0”. A Promax Bardahl foi representada pelos engenheiros Arley Barbosa da Silva, responsável pelo Departamento Técnico de Engenharia e Lubrificação, e André Moura, supervisor técnico da empresa.

Arley e André participaram do segundo e último dia de palestras, na tarde da quinta-feira (18), em uma das várias sessões realizadas com o tema: "Emissões e poluentes causados pelos veículos automotores". Ao lado dos dois, estiveram também Charles Correa Conconi, da Mercedes-Benz do Brasil, e Marcus Edsel Vercelino, da Lubrizol do Brasil Aditivos.

O tema central tratado pelos quatro participantes foi, "Eficácia de aditivo via tanque para combustível diesel na limpeza dos sistemas de pós-tratamento". Na introdução, foram abordados problemas de campo nos veículos a diesel que utilizam as novas tecnologias de redução de emissões como o DPF (Diesel Particulate Filter).

Os participantes deram as informações do teste que avaliou a eficácia da limpeza do sistema DPF via aditivo de combustível – Diesel S10/B10, em três de cinco veículos monitorados da frota da Promax Bardahl. O teste foi além, procurando observar se o uso deste aditivo teria impacto no lubrificante de motor, avaliando uma possível diluição ou contaminação, a robustez do lubrificante caso o mesmo seja contaminado pelo aditivo e o possível impacto, positivo ou negativo, além do consumo de combustível dos veículos.

Também foram apresentados detalhes sobre a tecnologia utilizada, além dos procedimentos e controles e os resultados dos dados coletados (de consumo e das análises) e os impactos. Ao final, chegou-se a nove conclusões:
1. A tecnologia aplicada nos veículos equipados com DPF se mostrou eficaz na redução de depósitos de fuligem;
2. Não houve a presença elevada de metais nas amostras, o que indica um desgaste normal do motor;
3. O lubrificante não foi comprometido pelo uso do aditivo, mesmo utilizando diesel com 10% de biodiesel;
4. O aditivo possibilitou a regeneração passiva do sistema em qualquer tipo de operação;
5. O produto demonstrou ser eficiente na redução da temperatura de ativação do processo;
6. Nesta condição, ocorreu a regeneração passiva do sistema, evitando o uso da regeneração ativa, que pode trazer consequências negativas, como uma possível diluição de combustível no óleo lubrificante;
7. Esta tecnologia demonstra uma opção de fácil e rápida aplicação para auxiliar no atendimento do Proconve P8 e L7;
8. Esta tecnologia não necessita de paradas para substituição de componentes, reduzindo assim o custo operacional;
9. Este aditivo contribuiu mantendo as emissões pré-estabelecidas, impactando positivamente na mobilidade e evitando, assim, paradas não programadas em decorrência de eventos no DPF, como por exemplo saturação excessiva ou bloqueio.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp