MENU

04/05/2021 às 12h03min - Atualizada em 04/05/2021 às 12h03min

​Aprovado projeto que institui o Dia Municipal da Mulher Negra em Jacarezinho

Projeto 17/2021 é de autoria do vereador Nilton Stein (PT)

Assessoria
Assessoria
O projeto 17/2021 do vereador Nilton Stein (PT), que inclui o Dia Municipal da Mulher Negra no Calendário de Datas Comemorativas do Município de Jacarezinho. O projeto foi aprovado com unanimidade pelos vereadores na segunda-feira (22). A data, em que será celebrada é 25 de julho, faz alusão àquele dia, no ano de 1992, que marcou o encerramento do 1º Encontro de Mulheres Negras da América Latina e do Caribe, que reuniu representantes de mais de 70 países em Santo Domingo, na República Dominicana. Na data, o papel das mulheres negras ao redor do mundo foi objeto de reflexão e celebração.

No âmbito nacional, conforme a justificativa do projeto a data homenageia Tereza de Benguela, Líder do Quilombo do Piolho ou Quariterê, no Estado do Mato Grosso. Sob o seu comando, a comunidade cresceu militar e economicamente, incomodando o Governo escravista. Após ataques das autoridades ao local, Benguela foi presa e cometeu suicídio após se recusar a viver em regime de escravidão.

“Mulheres negras, sejam elas no Brasil ou no Mundo, mesmo que donas de trajetórias diferentes, em diferentes realidades, compartilham batalhas pela própria sobrevivência, de suas famílias e de suas comunidades. Continuamos caminhando por uma sociedade mais justa e para isso precisamos fortalecer a luta contra o racismo, e quando elas são mulheres também se deparam com o sexismo presente e ainda diante de tantos obstáculos nunca desistiram de transformar as sociedades em que vivem. É admirável o quanto muitas lutaram bravamente para driblar diferentes formas de opressão, o que nos remete à memória das guerreiras que, desde a escravidão, têm que recriar formas de resistência”, observa o vereador.

Nilton Stein ainda frisa que seu projeto e, em resposta à violência e invisibilidade, destas mulheres que desenvolveram “uma feminilidade guerreira” e “uma possibilidade de ser mulher diferente da passividade que o pensamento hegemônico espera”, finalizou o parlamentar.
A lei 3.950 foi sancionada pelo prefeito Marcelo Palhares, no dia 29 de abril de 2021, agora a data está incluso no calendário oficial.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp