MENU

04/05/2021 às 12h14min - Atualizada em 04/05/2021 às 12h14min

​Primeiro lote com vacinas da Pfizer chega ao Paraná; doses ficarão no Cemepar até quarta

Por causa das especificidades técnicas e exigências de armazenamento em temperaturas muito baixas, as vacinas da Pfizer serão distribuídas apenas em Curitiba

Agência Estadual de Notícias
© Geraldo Bubniak
A primeira remessa das vacinas contra a Covid-19 produzidas pela farmacêutica norte-americana Pfizer em parceria com a empresa de biotecnologia alemã BioNtech já está no Paraná. As 32.760 doses desembarcaram no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na noite desta segunda-feira (3). De lá, o material foi encaminhado ao Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) para validação da qualidade e armazenamento - o lote chegou ao local às 20h20.

Por causa das especificidades técnicas e exigências de armazenamento em temperaturas muito baixas, as vacinas da Pfizer serão distribuídas apenas em Curitiba, seguindo orientação da Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde. O material deve ser encaminhado para a prefeitura da Capital na quarta-feira (5).

"O número oficial é de 29.484 doses, mais a reserva técnica. Essa primeira carga ficará em Curitiba. Elas ficarão nos nossos freezers à disposição do município", afirmou o secretário estadual de Saúde, Beto Preto.

Segundo ele, cada frasco tem seis doses. Uma vez aberto o recipiente, o espaço de aplicação será de seis horas.

Ele também disse que as próximas remessas dos imunizantes da Pfizer deverão ser encaminhadas para outros grandes centros urbanos do Paraná. "Os vacinadores do Estado e de Curitiba têm vasta experiência com várias vacinas. Estamos preparados. Faremos mais um grande trabalho", acrescentou Beto Preto.

"Nossos profissionais estão preparados. Depois de quarta-feira levaremos esse quantitativo para o Pavilhão da Cura, no Parque Barigui. Como estamos seguindo rigorosamente o Programa Nacional de Imunizações (PNI), assim que acabar a fase dos idosos começaremos a imunização para gestantes e pessoas com comorbidades", disse o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, que acompanhou a recepção.

Os imunizantes são parte do primeiro lote de 1 milhão de doses enviado pela fabricante ao Brasil. Eles foram produzidos na fábrica da Pfizer em Puurs, na Bélgica. Nesta remessa, o Ministério da Saúde distribuiu 500 mil doses para os 26 estados mais o Distrito Federal. A outra metade, referente à segunda dose, será encaminhada nos próximos dias. O governo federal tem um acordo de compra de 100 milhões dessas vacinas.

ESTRUTURA – As doses da Pfizer foram enviadas pelo Ministério da Saúde ao Paraná em caixas térmicas em temperaturas entre -25°C e -15°C. No Cemepar, foram guardadas em frezeers de baixa temperatura.

O Estado conta com nove freezers para armazenamento do imunizante da farmacêutica norte-americana. Sete são de ultrabaixa temperatura (-80ºC) e dois são de temperatura de -20ºC. Conforme orientações técnicas do Ministério da Saúde, a conservação das vacinas pode ser feita por no máximo 14 dias, por isso as aplicações da primeira remessa devem ocorrer apenas nas capitais.

O imunizante também requer duas doses para garantir a imunização completa, respeitando intervalo entre elas – o Ministério da Saúde divulgou uma nota técnica nesta segunda-feira citando intervalo de 12 semanas, mas essa definição ainda não está totalmente pactuada. Para a aplicação, cada frasco com seis doses deverá ser diluído com soro fisiológico injetável.

VACINAÇÃO – Nesta semana, com a chegada de 438.860 doses (Pfizer, AstraZeneca/Fiocruz, Coronavac/Butantan), referentes ao 16° lote enviado pelo Ministério da Saúde, o Estado dará início à imunização das pessoas com comorbidade, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência permanente. As doses também serão utilizadas para dar continuidade à vacinação de profissionais da saúde, profissionais da segurança pública e salvamento, além das Forças Armadas.

De acordo com o Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde, 1.797.786 paranaenses já foram vacinados. Desses, 1.011.394 completaram o esquema vacinal com a aplicação da segunda dose.

Os municípios que mais aplicaram a primeira dose proporcionalmente à população são: Diamante do Norte (31,51%), São Jorge do Oeste (29,85%), Miraselva (26,80%), Nova Laranjeiras (26,06%) e Esperança Nova (24,87%). 

Em relação à segunda dose, destaque para Nova Laranjeiras (20,96%), Diamante do Norte (19,43%), Tamarana (19,07%), São Jorge D’Oeste (17,22%) e Rio Bom (15,99%).


 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp